O Rio Branco

Hoje é 12 de Dezembro de 2017

Política

Governador Tião Viana defende criação do Sistema Nacional de Segurança Pública

06 de Janeiro de 2017 às 15:06:22

O governador Tião Viana esteve em Brasília na manhã desta sexta-feira, 6, onde se encontrou com a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Carmén Lúcia. Durante a reunião, eles discutiram soluções para o sistema prisional na Região Norte e a necessidade de o governo federal assumir de vez a criação de um Sistema Nacional de Segurança Pública.

Com os massacres dentro do sistema prisional do Amazonas e de Roraima e a guerra de facções que se alastra nacionalmente, o governador considera que há urgência em debater e tomar ações emergenciais em todo o país.

“Tratamos também sobre não conseguirmos a transferência de presos para presídios federais. No Acre temos 80% dos presos vinculados ao narcotráfico. E é uma atribuição da União cuidar desse tipo de preso, mas nós não temos nenhum presídio federal. A presidente Cármen Lúcia tem sido bastante sensível à situação”, disse Tião Viana.

O governador ainda lembrou que a ministra Cármen Lúcia foi fundamental para que houvesse a liberação dos recursos do Fundo Penitenciário, que agora poderão ser usados para a realização de ações imediatas nos presídios acreanos.

O Acre possui cerca de dois mil quilômetros de fronteira com outros países. Tião Viana ressaltou que a região é visada pelo narcotráfico e o tráfico de armas, elementos que norteiam a guerra de facções pelo país e exigem um plano ostensivo de imediato.

Segurança no Acre

Recentemente, o governador Tião Viana anunciou um concurso público para os próximos dias objetivando a contratação de 500 policiais civis e militares para o reforço do sistema público de segurança.

O governo se prepara para investir cerca de R$ 70 milhões na segurança pública em todo o Acre este ano, principalmente no reforço do sistema penitenciário com ações estruturantes, aumentando o número de vagas e diminuindo a superlotação.

Também serão adquiridas 700 tornozeleiras eletrônicas, além de um sistema de bloqueio para celulares que já está em processo de licitação. Cerca de 50 policiais militares estão reforçando a segurança no complexo penitenciário Francisco de Oliveira Conde, em Rio Branco.

Será realizado ainda um concurso para a contratação de 210 agentes socioeducativos nas cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Feijó e Cruzeiro do Sul.

Agência




Compartilhar