O Rio Branco

Hoje é 20 de Setembro de 2018

Política

Sinhasique denuncia suspensão de exame preventivo do câncer de colo do útero por falta de material

03 de Julho de 2018 às 15:37:46

A deputada estadual Eliane Sinhasique (MDB) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), na manhã desta terça-feira (03), para denunciar que o exame preventivo do câncer de colo do útero (PCCU) não está sendo realizado no Centro de Controle Oncológico do Acre (Cecon) por falta de material.

Segundo ela, há 3 meses faltam lamínulas e álcool absoluto que serve para a coloração das lâminas. “O pedido de 12 mil lamínulas foi encaminhado à Sesacre no dia 2 de dezembro de 2017. Até maio deste ano, só um pouco desse material foi entregue. Uma caixa com 100 lamínulas custa 7,06 centavos. As 12 mil custariam apenas R$ 847,80. Isso é um crime de omissão cometido pelo Governador Tião Viana contra as mulheres do Estado do Acre”.

O Cecon realiza o Exame Preventivo de todo o Estado do Acre e já emitiu um documento para todas as Unidades Básicas de Saúde do Estado do Acre pedindo a suspensão provisória da coleta de material até a reposição das lamínulas e do álcool.

“Quantas mulheres estão com problemas uterinos, até com câncer, e não podem identificar esse problema e se tratar porque o Governo do Estado não investe pouco mais 800 reais para comprar as lamínulas? É de indignar! Isso é um crime contra a saúde da mulher”, criticou a parlamentar.

Ela citou ainda que, ontem, na principal maternidade do Estado, Bárbara Helidora, faltava o transamin, remédio utilizado para conter sangramentos e que a Fundação Hospitalar não está realizando biópsia de mamas por falta de material.

“É falta de gerência, de prioridade, de humanidade deixar faltar esse material que custa uma mixaria. O que estão fazendo com a saúde? Fica aqui o meu protesto!”.

 

Assessoria




Compartilhar