Corpo de ex-presidiário é encontrado em decomposição

 

Thais Farias

 Paulo Pinheiro estava desaparecido desde a última terça-feira, 5, e havia saído do Presídio há 2 meses

Uma equipe da Polícia Militar foi acionada por populares na tarde dessa sexta-feira, 8, para constatar a existência de um corpo humano achado no quintal de uma residência, localizada no bairro Novo Calafate, em Rio Branco. 

Peritos criminais foram ao local e encaminharam o corpo ao Instituto Médico Legal da capital. Segundo peritos, o cadáver já se encontrava em alto estado de decomposição.

Até então, nenhum morador das redondezas do matagal havia identificado o cadáver. Já na noite do mesmo dia, amigos e familiares foram ao IML e identificaram a vítima encontrada morta como Paulo Pinheiro da Silva, de 23 anos.

De acordo com a família do jovem, Paulo Pinheiro estava desaparecido desde a última terça-feira, 5, quando havia saído de casa e não mais retornado.

Ainda conforme relatos de parente do rapaz, repassados à PM, Paulo havia saído do presídio estadual há dois meses e estava preso pelo regime monitorado por tornozeleira.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.