O Rio Branco

Hoje é 07 de Dezembro de 2016

Policial

A mulher do acusado também foi presa na mesma ação policial

27 de Junho de 2014 às 17:48:41

Sidvan Soares da Cunha, preso pela polícia civil durante a Operação Impactus acusado de manter um ponto de refino de drogas em uma das casas da Cidade do Povo, pode perder a casa adquirida no programa Minha Casa Minha Vida.

A mulher do acusado também foi presa na mesma ação policial. O secretário estadual de habitação do Acre, Rostênio Ferreira, explicou os procedimentos que serão adotados a partir de agora.

O residencial foi construído pelo governo do Estado em parceria com o Governo Federal para atender as famílias residentes em áreas alagadiças de Rio Branco.

Perguntado se há possibilidade da perda do imóvel por parte do casal, o secretário informou que será instaurado inquérito para saber se além do Sidvan e a mulher, outras pessoas moram na residência.

Rostênio Ferreira explicou ainda que é feito um levantamento pelos técnicos da secretaria sobre a vida das famílias completadas nos programas habitacional do governo. O mesmo é realizado pela polícia civil.




Compartilhar