Homens que furtavam armas na zona rural foram condenados

A ocorrência das ações delituosas foram plenamente comprovada nos autos.

Um grupo foi denunciado por furtos de armas de fogo e os seis réus flagrados pela guarnição policial foram condenados pelo Juízo da Vara Única da Comarca de Assis Brasil. As penas somadas ultrapassam os 40 anos de condenação. A decisão foi publicada na edição n° 6.462 do Diário da Justiça Eletrônico (fls. 94-100), de quarta-feira, 23.

Surpreendidos por uma operação rural, os acusados foram localizados com várias armas e munições. Os crimes cometidos foram de associação criminosa, furto qualificado por três vezes e ter as armas em depósito.

A maior condenação foi arbitrada para o réu que teve a pena majorada pelo fato de ter planejado vários crimes e a continuidade dos delitos terem causado risco a paz pública. Ele recebeu pena de 13 anos de reclusão, em regime inicial fechado.

Na sentença consta ainda a sanção para os delitos dos outros cinco réus, sendo as seguintes penas: 8 anos de reclusão, 12 anos e seis meses de reclusão; 4 anos de reclusão, 3 anos de reclusão em regime inicial aberto e prestação pecuniária de R$ 1 mil, e 2 anos de detenção, em regime inicial aberto.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.