Dupla é condenada a mais de 49 anos por invadir hospital para assaltar segurança

Na sentença foram consideradas entre outras circunstâncias judiciais maus antecedentes dos réus

O Juízo da Vara Criminal da Comarca de Assis Brasil condenou uma dupla a mais de 49 anos de reclusão em regime inicial fechado, por crime praticado no hospital do município.

Um dos réus recebeu a pena definitiva de 31 anos e seis meses e vinte dias de reclusão e o outro réu, a pena de 18 anos e cinco meses e dez dias de reclusão.

Narra a denúncia que, em 9 de janeiro de 2019, no Hospital de Assis Brasil, os réus, mediante grave ameaça exercida com emprego de arma de fogo, subtraíram para si um revólver calibre 18, seis munições e um colete balístico do segurança da unidade hospitalar.

Na sentença foram consideradas entre outras circunstâncias judiciais os maus antecedentes, porte ilegal de arma de fogo, e fato dos réus integrarem organização criminosa.

“Saliente-se que o crime foi perpetrado com grave ameaça, o que demostra a gravidade concreta do delito e a periculosidade dos agentes”, disse o juiz na sentença.

 

TJAC


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.