Bandidos usam redes sociais e clonam whats para aplicar golpes

Os usuários de celulares, em especial dos aplicativos WhatsApp e Facebook, devem redobrar a atenção e os cuidados. Nas últimas semanas, o número de vítimas que realizam registros na Delegacia de Cruzeiro do Sul sobre golpes na internet têm aumentado significativamente.

De acordo com o delegado Alexnaldo Batista, em um dos golpes, os bandidos clonam o número de celular da vítima e acessam sua lista de contatos, enviam mensagens para seus amigos pedindo que determinado valor seja transferido para uma conta bancária, em alguns casos, o golpista disponibiliza o banco de preferência da vítima, visando facilitar a transferência bancária.

Em casos como esse, o delegado orienta que as vítimas devem fazer a verificação através de senha de acesso ao whatsapp, como ainda verificar se a pessoa que está solicitando o empréstimo é a titular (mesma) da conta bancária.

“Caso perceba qualquer situação de golpe, divulgue em todas as suas redes sociais que estão se passando por você e fazendo pedido de empréstimos e registre um Boletim de Ocorrência na Delegacia, imediatamente”, orientou o delegado.

O outro golpe está sendo aplicado através de conversas no facebook (messenger), onde uma “bela mulher”, solicita amizade com a vítima, e após ser adicionada inicia uma conversa mais romântica e com insinuações, em seguida, passado alguns dias e já tendo o contato telefônico da vítima, um cidadão aparece se passando por amigo do marido da tal mulher, alegando que o marido da mesma encontra-se preso e é integrante de facção criminosa. Nesse momento os criminosos exigem que a vítima pague um valor para não ter problemas com o suposto marido e nem com a facção.

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Alexnaldo Batista, é necessário que as pessoas tomem o máximo de cuidado ao utilizar as redes sociais. Ele orienta que todos devem evitar conversar com pessoas estranhas na internet e caso percebam qualquer situação de golpe ou que esteja sendo ameaçado,  deve registrar imediatamente um Boletim de Ocorrência na Delegacia.

 

 

Juruaonline

?