Bope reforça policiamento na região do Calafate

Em continuidade às ações estratégicas de combate ao crime e redução de índices de violência em pontos estratégicos da cidade, a Segurança Pública através da Polícia Militar, delegou ao Batalhão de Operações Especiais (Bope), a realização de novas ações de reforço na região do Calafate durante o final de semana.

As atividades começaram ainda na madrugada de sexta-feira, 10, e todo o efetivo do Batalhão de Operações Especiais (COE, Giro, Rotam, Choque e Canil). O veículo blindado titulado ‘Caveirão’ também foi colocado nas ruas a disposição do reforço das atividades mais ostensivas.

Além da manutenção do reforço do policiamento, foram realizadas ações para o mapeamento da área usada como rota de criminosos. Além de atividades mais repressivas com o uso abordagens e revistas com ênfase a pedestres e motociclistas.

A ocupação das equipes especializadas com atividades extraordinárias permanece. Já mais 18 dias com ações ininterruptas, sem registros de violência na região. A intenção é permanecer até que se estabeleça a ordem e se resgate sensação de tranquilidade aos moradores do Calafate.

“Os resultados alcançados nos primeiros 4 meses do ano com reduções nos crimes contra a vida foram significativos, mas precisamos avançar mais. Tem que ficar muito claro que o Calafate é uma região sob domínio e controle do Estado. Essa presença atuante do Batalhão de Operações Especiais é justamente pra isso, para que o crime e quem mora na na região, entenda que nós somos a Lei. Com as ações desenvolvidas nos últimos dias os números de violência caíram muito e nosso objetivo é continuar reduzindo”, disse o Comandante-geral da Polícia Militar, coronel Ezequiel Bino.

 

Agência


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.