Após investigação, servidor do Tribunal de Justiça do Acre é preso por peculato

O Ministério Público do Estado (MPE) pediu a prisão de um servidor técnico judiciário do Tribunal de Justiça do Acre (TJ-AC) por prática de crime de peculato. O caso ocorreu no município de Manoel Urbano e o suspeito acabou preso pela polícia civil no último domingo (9).

A investigação do MP, que resultou na prisão do suspeito, corre em segredo de justiça. O Tribunal da Comarca de Manoel Urbano abriu processo administrativo para apurar o caso.

A defesa do servidor já entrou com um pedido de habeas corpus.

O detido chegou nessa segunda-feira, 10, em Rio Branco, após ser transferido da delegacia do interior para a Unidade de Regime Fechado (URF), na capital acreana.

 

TJAC