O Rio Branco

Hoje é 23 de Outubro de 2017

Policial

Jovem acusada de assassinar colega alega ser de facção

11 de Abril de 2017 às 08:06:30

A principal suspeita de ter assassinado a menor de 14 anos na madrugada desta segunda-feira, dia 10, foi localizada e detida por agentes da delegacia do Município de Brasiléia, quando tentava se esconder numa casa no Bairro Samaúma I por volta das 13h30.

A jovem que, anteriormente se desconfiava que teria cerca de 17, na verdade tem apenas 15, completados no dia 1ª de abril passado. Já na delegacia, foi perguntado a jovem o motivo que a levou a cometer o crime e surpreendeu dizendo que teria sido após uma pequena briga que se iniciou na noite de sábado passado.

Andressa ainda teria chegado com vida no hospital, mas, não resisitiu ao ferimento e foi a óbito – Foto: Arquivo familiar

Após esse dia, sempre que se encontravam, ficavam trocando ameaças entre elas. Foi quando a menor de 15 na posse de uma arma branca (faca), resolveu tirar o assunto a limpo. “Mesmo com a faca na mão, ela partiu para cima de mim e eu tentei evitar. Foi quando a acertei e depois fui embora”, disse.

Outro ponto que foi descoberto, seria o fato da jovem dizer que foi ‘batizada’ e que ingressou na facção criminosa ‘Bonde dos 13’ a cerca de 90 dias, com direito a padrinho durante a cerimônia.

Sem demonstrar arrependimento, disse que iria falar às autoridades sobre o acontecimento e esperar sobre seu futuro. O delegado titular de Brasiléia, Roberto Lucena, iria ouvir a jovem e pedir sua transferência para o centro educacional para adolescentes na Capital, onde irá ficar à disposição da Justiça.

Por volta das 12h30, o corpo da jovem Andressa Valentina Serpa, de 14 anos, chegou na cidade após ser levado ao IML na Capital, onde passou exames cadavéricos.

 

 

Oaltoacre




Compartilhar