Feijoense é presa no Aeroporto de Brasília com Skunk e Cocaína

Por Wanglézio Braga

Uma feijoense de nome não revelado foi presa no Aeroporto Internacional Juscelino Jubitschek, em Brasília (DF), após os equipamentos de raio-X detectarem a presença de tijolos de drogas em sua bagagem. A prisão em flagrante ocorreu nessa segunda-feira (02) quando a mulher de 20 anos tentava viajar para Fortaleza, no Ceará.

O caso ganhou destaque da imprensa nacional. A mulher havia embarcado no Aeroporto de Rio Branco na noite anterior e ao fazer a escala em Brasília os Policiais Federais pediram para que ela passasse pelo raio-x. Na ocasião, a suspeita estava com uma filha pequena no colo, a droga estava na bagagem de mão.

No total, a PF conseguiu verificar que ela estava viajando com 11,5 quilos skunk (Maconha modificada) e 1,2 quilo de cocaína. Um teste preliminar confirmou que as substâncias transportadas eram drogas. A suspeita foi levada para a Superintendência da PF em Brasília e responderá por tráfico de drogas e a bebê fica, por enquanto, aos cuidados do Conselho Tutelar até que a família da acusada chegue à capital federal.