Pandemia adia julgamento das assassinas de Rhuan Maycon, após o caso completar um ano

Por Wanglézio Braga

Já se passou um ano da notícia que chocou e abalou o país: o esquartejamento do menino acreano Rhuan Maycon da Silva Castro, ocorrido em Brasília. As acusadas de cometerem o crime; a própria mãe do garoto Rosana Auri da Silva Cândido, e sua companheira, Kacyla Priscyla Santiago. O crime macabro ocorreu na casa onde eles moravam, em Brasília, na região de Samambaia, no dia 31 de maio.

Presas desde a data do crime, as duas ainda aguardam julgamento, mesmo um ano depois de um dos assassinatos mais brutais já registrados na capital do país. Ontem, diversos jornais de Brasília, relembraram o caso. Todos deram destaque que por conta da Pandemia de Covid-19, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), forçou adiar o julgamento das acusadas. O processo ocorre em segredo de justiça e seria levado a júri popular em março deste ano.

Rosana Auri e Kacyla Santiago estão encarceradas na Penitenciária Feminina do Distrito Federal, a Colmeia. Mais de 10 testemunhas do caso já foram ouvidas pela Justiça. Entre os depoimentos, está o do pai do menino Rhuan, Maycon da Silva Castro.

Segundo a imprensa do DF, a última movimentação do caso foi feita em novembro do ano passado. A Justiça negou recurso da defesa das acusadas para absolver a dupla e manteve o júri popular. Após a recusa, o advogado da dupla interpôs outro recurso em 2ª instância.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.