Cartão de crédito de passageiro do MH17 foi usado na Ucrânia, dizem parentes

A mulher de Cameron Dalziel, sul-africano com passaporte britânico que morreu no voo MH17, teve de cancelar os cartões de crédito do marido porque eles estavam sendo usados na Ucrânia. A informação foi dada pelo irmão dela, Shane Hattingh, em entrevista à rede americana "CNN".

Ao ser perguntado sobre como a irmã estava lidando com a perda do marido, Hattingh contou que ela ainda não tinha tido tempo de luto, porque estava ocupada com questões logísticas, como "cancelar os cartões de crédito dele porque pessoas estavam se aproveitando disso na Ucrânia".

Hattingh disse também que a família tinha recentemente se mudado para a Malásia e que o cunhado estava na Holanda participando de uma conferência. Dalziel trabalhava como piloto de helicópteros de resgate e tinha dois filhos.

 

Fonte: uol