O Rio Branco

Hoje é 18 de Julho de 2018

Mundo

Os irmãos que mataram os pais e se encontraram na cadeia após 20 anos separados

09 de Abril de 2018 às 11:18:23

Mais de duas décadas após a morte brutal de seus pais, dois irmãos condenados pelo crime agora se reencontram na cadeia, nos EUA.

O caso causou comoção no país nos anos 1990, por sua "selvageria" e reviravoltas judiciais. Hoje, Erik Menendez, 47, e Lyle Menendez, 50, cumprem pena de prisão perpétua.

Segundo relatos, ambos "foram às lágrimas" ao se reencontrar, na semana passada, em uma unidade prisional de San Diego, na Califórnia.

Os irmãos tinham 18 e 21 anos em 1989, ano do crime. Eles foram condenados por atirar à queima roupa contra seus pais, o casal de milionários José e Kitty Menendez, em sua mansão em Beverly Hills.

Durante o julgamento, a Promotoria argumentou que os dois jovens haviam matado os pais por causa da herança. Já a defesa argumentou que o crime era uma retaliação por eles terem sido abusados sexualmente pelo pai, com conivência da mãe. No entanto, durante o julgamento, não foi possível provar as alegações de abuso sexual.

 

 

BBC Brasil




Compartilhar