O Rio Branco

Hoje é 26 de Setembro de 2017

Meio Ambiente

Acre é o 4º estado que mais queimou no mês de setembro, aponta Inpe

29 de Setembro de 2016 às 08:13:17

O Acre foi o quarto estado que mais queimou no período de 1º a 26 de setembro deste ano, segundo o um relatório criado pelo Programa Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), divulgado nesta terça-feira (27).
O levantamento aponta que o estado registrou um total de 3.303 focos, um aumento de 76,5% em relação ao mês de agosto - quando foram registrados 1.871 focos. O Acre ficou atrás apenas do Pará (3.516), Roraima (3.929) e Mato Grosso (8.409), estado que mais queimou segundo o Inpe.

Com a fumaça dos incêndios florestais e urbanos, o nível de poluição do ar em Rio Branco, Senador Guiomard e Acrelândia, chegou a 400 microgramas por metro cúbico de ar em 26 de agosto deste ano.

A medição foi feita através de um fotômetro solar, instalado na Universidade Federal do Acre (Ufac). O nível, segundo o pesquisador Alejandro Fonseca,  era oito vezes maior que os 50 microgramas indicados pela Organização Nacional de Saúde.
O major Cláudio Falcão explica que com o fim da estiagem e a incidência de chuvas esse quadro deve mudar gradativamente.


Acre é o 7º estado com mais queimadas em 2016


De 1º de janeiro deste ano até dia 15 de setembro, o Acre registrou um total de 5.840 focos de queimadas, segundo relatório. O número, conforme o levantamento, é 78% maior que o registrado no mesmo período do ano passado, quando o estado acreano registrou 3.284 focos.

O mesmo levantamento apontou que, com o resultado neste ano, que o Acre é o 7° estado do país com mais queimadas. Somente na primeira quinzena deste mês, o Inpe identificou 2.994 focos de incêndios.
Levando em consideração apenas o mês de setembro, no ranking dos que mais queimaram, o Acre subiu para 3° lugar, ficando abaixo apenas do Mato Grosso (MT) - com 6.934 focos - e de Rondônia (RO), que calcula 3.293 queimadas. Os estados de Sergipe (SE) e Roraima (RR) tiveram somente um foco de queimada cada em setembro.
Municípios que mais queimaram em setembro

O Inpe mostra que Feijó e Sena Madureira, no interior do Acre, ficaram entre os 10 municípios brasileiros com mais focos de queimadas nos primeiros 15 dias deste mês. O primeiro teve, até a quinta-feira (15), 515 focos, representando um crescimento de 230% em relação ao mês de agosto, que teve 156 queimadas. Sena Madureira registrou 488 focos, um percentual de 857% no mês. Em agosto, a cidade registrou 51 queimadas.
Em agosto deste ano, Feijó e Tarauacá eram os municípios que lideram o ranking no número de queimadas, segundo dados divulgados pelo Instituto de Mudanças Climáticas (IMC).
Multas

O Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac) afirmou que, desde meados do ano passado, houve a aplicação de R$ 922 mil em multas referentes a queimadas ilegais nos 22 municípios acreanos.
A queimada é proibida em áreas médias e grandes, havendo a possibilidade de autorização em propriedades destinadas à agricultura familiar. Durante o período de estiagem, as queimadas são totalmente proibidas. No entanto, Rio Branco tem enfrentado, desde julho deste ano, grande concentração de fumaça.
O Imac garante que a maior parte do problema é causado em estados vizinhos - como Pará, Amazonas e Rondônia - e na Bolívia.

G1




Compartilhar