O Rio Branco

Hoje é 20 de Julho de 2017

Meio Ambiente

Fiscalizações coíbem crimes ambientais no estado

21 de Novembro de 2016 às 07:09:11

Desmatamento ilegal e queimadas são práticas criminosas, que degradam o meio ambiente. Para combater e prevenir esses atos, o governo do Estado mantém fiscalização rotineira do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), Instituto e Secretaria de Meio Ambiente.

Durante vistoria realizada nesta semana, na Transacreana, em Rio Branco, duas pessoas foram presas em flagrante portando motosserra e operando um trator, ambos apreendidos.

img-20161116-wa0046

Duas pessoas foram conduzidas à delegacia, durante operação na Resex Chico Mendes (Foto: Cedida)

Outro flagrante foi realizado na Reserva Extrativista Chico Mendes, em Xapuri. Nessa operação, duas pessoas foram conduzidas à delegacia, por praticarem retirada ilegal de madeira.

“As fiscalizações continuam em todo o estado. As pessoas pegas cometendo quaisquer crimes ambientais estão sendo responsabilizadas, como prevê a legislação ambiental”, ressaltou o comandante do BPA, major Carlos Negreiros.

Redução do desmatamento

As políticas públicas ambientais, que visam a produção sustentável, e as ações de fiscalização do governo do Estado resultaram na redução em 15% do desmatamento ilegal no Acre, no ano passado

Os dados são do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), que aponta uma redução de 64% nos últimos 10 anos. Os 13% de áreas abertas no Acre são utilizados com foco na produção sustentável. As atividades econômicas são pautadas no respeito às questões ambientais, sociais e climáticas.

Agência




Compartilhar