Governo institui grupo para despoluir igarapés, bacias hidrográficas e o Rio Acre

Por Wanglézio Braga

Foi publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) de hoje (09) um decreto assinado pelo governador Gladson Cameli (PP) que institui a Comissão Multidisciplinar de Estudos para Despoluição do Rio Acre, dos Igarapés São Francisco e Maternidade e Bacias Hidrográficas.

De acordo com o documento, seis órgãos públicos vão compor o dispositivo que já deve trabalhar nos próximos dias. Entre as secretarias convocadas, o governo comissionou o DEPASA, SEINFRA, SEMA, IMAC e SEPA.

A ideia do governo é tentar melhorar a qualidade das águas dos principais mananciais do estado bem como adequação do entorno das bacias, igarapés e do Rio Acre de maneira que possibilite a redução do cargo poluidora proveniente do esgoto das águas pluviais, dos lixos urbano e de sedimentos das bacias.

A manifestação oficial do governo para com a despoluição dos mananciais ocorreu meses após a visita do ministro do Meio Ambiente ao Acre. Naquela visita, o próprio ministro gravou um vídeo denunciando o descaso para com o principal manancial do estado, o Rio Acre, que recebe grande fluxo de esgoto sem tratamento todos os dias vindo das galerias do Parque da Maternidade e região do bairro Seis de Agosto.