Paciente morre após apagão de energia no INTO: Servidora relata pesadelo ao ver aparelhos desligando

Por Wanglézio Braga  

“Foi um susto muito grande, para não dizer a visão tenebrosa de um caos”. A definição é de uma servidora do Instituto de Traumatologia e Ortopedia no Acre (INTO-AC) ao comentar sobre o apagão ocorrido na noite de ontem (21). O hospital estava funcionando normalmente, até que o fornecimento de energia foi suspenso. Uma ave pousou no transformador e provocou um curto circuito desligando os reatores da região. O gerador instalado na unidade falhou e deixando o corpo clínico e dos pacientes em desespero.

No INTO, foram instalados 24 leitos para pacientes com diagnóstico de Covid-19. O hospital foi inaugurado recentemente com uma estrutura básica de atendimento. A falha no gerador obrigou os profissionais de saúde a fazerem ventilação de alguns pacientes por meio mecânico, até que a energia fosse restabelecida.

Em nota à imprensa, a Secretaria de Saúde do Acre (SESACRE) confirmou a situação relatada pela servidora que não quer ser identificada. “A Seinfra informa que os aparelhos que mantêm os pacientes estabilizados possuem baterias que asseguram o seu funcionamento até o retorno da normalidade, mas que elas se esgotaram para alguns internados, fazendo com que os profissionais utilizassem ventilação manual nestes”, diz trecho da nota.

Neste mesmo período, segundo comentou a servidora entrevistada por nossa equipe, uma paciente morreu. A mulher apresentava comorbidades, o quadro clínico era crítico, ela estava bastante debilitada. O hospital informou que vai abrir um procedimento de investigação para saber por que o gerador não funcionou, e tentar buscar os responsáveis e tomar as medidas cabíveis.

“A Sesacre ressalta que não houve interrupção no fornecimento de oxigênio e outros gases medicinais, porque o sistema tem cilindros reservas. Por fim, Sesacre e Seinfra informam que a Energisa isolou parte do fornecimento de energia a uma determinada área da cidade para restabelecê-la ao Into-AC, até que o animal fosse removido da rede de transmissão”, informou a nota.

A Empresa Energisa comentou o assunto, apenas, via nota à imprensa. Leia na íntegra:

“A Energisa Acre informa que em decorrência de danos causados por um animal na rede de distribuição, houve a interrupção no fornecimento de energia elétrica nas imediações dos bairros Tangará, Portal da Amazônia e Floresta Sul. Assim que acionadas, nossas equipes efetuaram a transferência do suprimento de energia do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (INTO-AC) para outro circuito, isolando a parte defeituosa e normalizando o atendimento ao hospital”. 

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.