Governador Gladson Cameli firma parceria na saúde com governo do Estado do Amazonas

O governador do Estado do Acre, Gladson Cameli, foi recebido pelo governador do Estado do Amazonas, Wilson Lima, na última quinta-feira, 18,c. O objetivo do encontro foi oficializar parceria para serviços da área de saúde já que a saúde pública do Acre atende pacientes que residem nos municípios de Envira, Itamaraty, Guajará, Ipixuna, Eirunepé, Pauini e Boca do Acre.

Gladson enfatizou que o laços que unem as famílias acreanas e amazonenses são muito fortes, principalmente a região do Juruá. “Por isso essa parceria é muito importante para a nossa comunidade”.

O governador do Acre esclareceu, ainda, o desejo de ofertar um melhor atendimento ao povo. “Esse melhor atendimento inclui nossos irmãos amazonenses que procuram os serviços de saúde no Acre”, comentou.

“Queremos diminuir as filas, já que a saúde não pode esperar. Os gargalos sãos grandes, mas queremos usar a estrutura física do Acre e o governo amazonense enviaria a equipe médica para atender esses pacientes em forma de mutirões”, esclareceu Cameli.

Wilson Lima destacou que o Acre tem uma demanda muito grande do Amazonas, em especial com os municípios próximos a Cruzeiro do Sul. “Eles estão muito mais próximos do Acre do que do Amazonas, então é mais fácil e rápido procurar atendimento de saúde no Acre. O tempo é mais curto para o socorro dessas pessoas”.

Lima comentou que é preciso encontrar meios para garantir o atendimento. “Os amazonenses são bem acolhidos no Acre, por isso, queremos enviar os especialistas em diversas áreas para ajudar nos atendimentos”, comentou o governador do Amazonas.

Cameli conversou ainda a respeito de consórcio também para a área da saúde. A ideia é realizar compra conjunta de medicamentos e insumos, em especial para atender a média e alta complexidade. Gladson também demostrou interesse para que possam agendar uma visita ao Hospital e Pronto Socorro da Zona Norte de Manaus, Delphina Aziz, onde foi realizado a primeira experiência de Parceria Público-Privada (PPP) do Amazonas.

 

Fotos: Cedidas. 

Ag. de Notícias do Acre