O Rio Branco

Hoje é 23 de Julho de 2017

Geral

Camelôs pedem anulação do mandado de prisão de Juruna durante audiência na Câmara Criminal

20 de Abril de 2017 às 10:56:46

Da redação do site oriobranco.net

Ficou para a próxima semana a decisão final dos desembargadores da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Acre, a respeito do pedido feito pela defesa do vereador foragido, José Carlos Juruna, sobre a modificação do acórdão que condenou o vereador pelos crimes de corrupção ativa e tráfico de influência.

Os desembargadores, Pedro Ranzi  e Samoel Evangelista negaram o pedido, porém, o desembargador Laudivon Nogueira optou pelo pedido de vistas do processo, que é  quando o magistrado solicita mais tempo para se manifestar a respeito do assunto.

Para o advogado de defesa de Juruna, Valdir Perazzo, o crime de tráfico de influência é  atípico.

" Só pode existir o crime de tráfico de influência se a pessoa supostamente corrompida não souber o que está fazendo o suposto corruptor, e observamos que na própria sentença era descrita o "modus operantis" do suposto corruptor e pela suposta corrompida. Então esse crime não existe porque teria sido absorvido pelo crime de corrupção ativa e que pra mim, também não existe, pois a pessoa supostamente corrompida por Juruna, não tinha poderes para de ofício favorece-lo", disse o advogado.

Manifestação de camelôs

Do lado de fora, em frente ao Tribunal de Justiça, enquanto durava a audiência, dezenas de pessoas em sua maioria camelôs, realizavam uma manifestação com cartazes nas mãos, cobrando a anulação do mandado de prisão em apoio a vereador Juruna.




Compartilhar