"A integração faz a diferença na segurança pública", diz ministro Sérgio Moro durante homenagem

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Fernando Moro, e o secretário Nacional de Segurança Pública, Guilherme Cals Gaspar de Oliveira, receberam das mãos do governador Gladson Cameli a insígnia no Grau Grã-Cruz do Quadro Especial da Ordem da Estrela do Acre.

A comenda é destinada a personalidades que, por sua atuação destacada, dignas do respeito do povo acreano, contribuíram para o desenvolvimento do Estado ou protagonizaram atuações decisivas em prol da população. A solenidade foi realizada no Museu dos Autonomistas, no centro de Rio Branco, na manhã desta segunda-feira, 18.

“Precisamos dar respostas à sociedade. O desafio é grande, mas é gratificante. Estamos unindo forças, colocando na prática a importância do trabalho integrado e a importância do diálogo. A presença do ministro e do secretário é um sonho realizado, trata-se do resgate do sentimento de esperança. Ninguém trabalha sozinho. Hoje com apoio da nossa bancada federal vamos fazer a maior entrega de viaturas já feita no Acre. Queremos dividir, unir forças para que a gente possa melhorar a vida das pessoas”, destacou o governador Gladson Cameli.

Desde o início de sua gestão, o governador tem se reunido com o ministro em Brasília para tratar da segurança na fronteira do Acre com Peru e Bolívia, além de discutir sobre a situação de violência que o estado vive. Os encontros renderam desdobramentos positivos como, por exemplo, a destinação de R$ 15 milhões por parte do Ministério da Justiça e Segurança Pública para a aquisição de viaturas e também a liberação de recursos para a compra de equipamentos.

O ministro Sérgio Moro falou da importância das reuniões que vêm sendo realizadas para melhorar a estrutura de segurança nas regiões de fronteira e também enfatizou que visita o Acre em momento de fortalecimento das ações integradas com a entregas de viaturas e o lançamento de projetos importantes como o Programa Vigia.

“Seguindo a orientação do presidente Bolsonaro, o propósito do Ministério é sermos firmes, duros contra o crime. Nossa gestão é voltada para a melhoria da justiça e da segurança pública e no enfrentamento sério da criminalidade. Este tem sido nosso compromisso. Trabalhar ao máximo para melhorar a estrutura de segurança, além de ajudar os governos a melhoras as estruturas locais. A palavra que faz a diferença na segurança pública é a integração. Quando falamos em enfrentar a criminalidade precisamos trabalhar juntos, isto nos fortalece. O principal plano de trabalho tem sido este trabalho integrado”, detalhou o ministro.

Durante a solenidade de entrega da comenda, o secretário Nacional de Segurança Pública, pontuou outros avanços registrados a partir da parceria entre o governo do Estado e governo federal. Será feito um aporte de R$ 1,2 milhão para a compra de equipamentos de informática, serão colocados 40 pontos de internet em delegacias da Polícia Civil e nos batalhões da Polícia Militar para ampliar a cobertura digital e a conexão com o restante do país.

A proposta do Ministério é trabalhar três eixos fundamentais: combate aos crimes violentos, ao crime organizado e à corrupção. Segundo o secretário, o estado do Acre partiu na frente, com a redução da média da criminalidade. “Esta é uma condecoração que me honra muito, uma das mais importantes que estou recebendo. Depois de oito anos servindo na Amazônia, como comandante da 12ª região militar, desta região estratégica para o Brasil. Admiro o povo acreano pela raça e determinação em ter conquistado esta importante região. Reconheço nessa nova administração, uma administração séria. Estamos unidos e integrados”.

O decreto de concessão da mais alta condecoração honrosa concedida pelo Estado foi publicado na edição do Diário Oficial do Acre no dia 13 de novembro. O documento foi assinado pelo Grão-Mestre da Ordem da Estrela do Acre, governador Gladson Cameli, e pelo chanceler da Ordem da Estrela do Acre, secretário da Casa Civil, José Ribamar Trindade.

A solenidade foi prestigiada pelo vice-governador, Major Rocha, senadores Sérgio Petecão, Mailza Gomes e Márcio Bitar, deputados federais Vanda Milani, Mara Rocha e Jesus Sérgio, e pela vereadora Lene Petecão. Também estiveram presentes representantes do Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas da União e do Ministério Público.

 

Agência