Mais de 50% dos inquéritos policiais dos casos de violência doméstica estão virtualizados

Mais de 3 mil inquéritos digitalizados. Este é o saldo de apenas cinco dias úteis do trabalho da equipe que está realizando, na Escola do Poder Judiciário Acreano (Esjud), a virtualização dos inquéritos policiais dos casos de violência doméstica da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) de Rio Branco.

Sobre o volume de inquéritos já virtualizados, a coordenadora Estadual das Mulheres em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Poder Judiciário Acreano, desembargadora Eva Evangelista, que acompanhou os trabalhos da equipe no final da manhã desta quarta-feira, 17, creditou o expressivo número ao “envolvimento, à disposição e à dedicação de todos que aqui estão”.

Para o juiz de Direito Edinaldo Muniz, que acompanhou a desembargadora Eva Evangelista durante visita à equipe de trabalho, a ação é de extrema importância, destacando a necessária celeridade aos casos de violência doméstica.

A equipe - A equipe de digitalização é composta por cinco servidores da Justiça do Acre, seis da DEAM, um servidor Instituto de Assistência e Inclusão Social (IAIS) do Estado, e cinco policiais da Assessoria Militar do TJAC (Asmil).

O trabalho está sendo realizado por meio de uma linha de montagem, dividida em três grupos: os que fazem a higienização dos inquéritos, retirando grampos, clipes e sujeiras que os documentos possam conter; os que virtualizam os papeis; e, por fim, a equipe que cadastra os inquéritos no sistema. Ao todo são seis mil inquéritos que estão sendo virtualizados.

 

                                                                                                       Ascom TJAC


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.