O Rio Branco

Hoje é 28 de Maio de 2016

Geral

Artesãs indígenas abrem ponto comercial no centro de Rio Branco

17 de Abril de 2017 às 09:01:09

Um dos alicerces da cultura indígena, o artesanato remete ao passado, ao folclore e às tradições dos povos. As peças, confeccionadas na maioria das vezes pelas mulheres, agregam beleza, arte e design, associados a um modelo de vida sustentável.

Com intuito de gerar renda para as artesãs da floresta, a Organização de Mulheres Indígenas do Acre, Sul do Amazonas e Noroeste de Rondônia instalou um ponto comercial no salão de entrada da Assessoria de Assuntos Indígenas do governo do Acre, em Rio Branco.

No local, os clientes podem adquirir biojoias, objetos de decoração em cestaria, cerâmica, encauchados e vestimentas dos povos indígenas acreanos. A loja improvisada visa suprir a demanda de comércio das indígenas.

“A gente tinha muito artesanato armazenado e não possuía espaço para expor e comercializar. Então, por sugestão da Secretaria de Estado de Pequenos Negócios, decidimos montar nosso empreendimento aqui e recebemos todo o apoio da Assessoria Indígena”, destacou a empreendedora indígena Valdenira Huni Kuin.

O prédio da Assessoria de Assuntos Indígena fica na Rua Rui Barbosa, 17, Centro.

Reforma e ampliação

A sede da Assessoria Indígena, antigo Espaço Kaxinawa, vai passar por reforma ainda em 2017.

A obra é fruto do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser), que destina R$ 7,5 milhões para a construção, reforma e aquisição de mobiliário e equipamentos de espaços culturais em Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Brasileia, Epitaciolândia, Sena Madureira e Tarauacá.

O projeto de recuperação das estruturas de cultura é executado pelo governo do Estado, por meio da Fundação Elias Mansour (FEM).

 

 

Agência




Compartilhar