O Rio Branco

Hoje é 19 de Abril de 2019

Geral

Fechada há anos, Casa dos Povos da Floresta cai também no esquecimento do Governo

15 de Abril de 2019 às 11:07:09

Por Wanglézio Braga

Inaugurada em 2003 para contar a história de indígenas, seringueiros e ribeirinhos que vivem no Acre, a Casa dos Povos da Floresta está fechada há mais de três anos no Parque da Maternidade, setor B, e corre risco de virar depósito de lixo se não houver fiscalização e limpeza pelos órgãos públicos.

O prédio que tem o formato de uma maloca indígena chama atenção de quem passa no maior parque urbano do Acre. O local que foi erguido na administração do ex-governador Jorge Viana (PT), servia como um museu onde os visitantes tinham conhecimento sobre as lendas, tradições, crenças e costumes dos povos que vivem na floresta. Uma cobra gigante feita com produtos artesanais e painéis com representações tridimensionais faziam parte das atrações.

No entanto, ainda na gestão Tião Viana, há mais de três anos o museu foi fechado para visitação de turistas e cidadãos. O Portal O Rio Brancoesteve no local e verificou in loco o total abandono e o descaso para com a cultura do povo acreano.

A fachada que deveria levar o nome do espaço, já não existe mais. Ao redor do prédio, lixo eletrônico, pichações e o matagal poluem a paisagem. À noite a situação complica. Lâmpadas são acesas somente no interior. Do lado de fora, escuridão total que se junta à falta de manutenção das luminárias do próprio parque. Para não dizer que ninguém anda por lá, a presença somente de um vigia que com medo de assalto e a onda de violência se ver obrigado a ficar trancado durante seu turno.

Lá dentro, muita poeira e teia de aranha, sinal de que há muito tempo o espaço não recebe se quer uma limpeza e manutenção. Algumas peças como Mapinguari, a Mãe da Mata, o Boto também precisam de restauração. Do lado de fora, pichações

A nossa redação tentou, durante toda manhã, ouvir o presidente da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), através do telefone 99***4500 para saber se existe alguma previsão de retorno das atividades ou manutenção no lugar, mas não conseguimos contato e muito menos tivemos retorno das ligações. 

 




Compartilhar