Vice-presidente anuncia visita ao Acre e afirma que governadores não perderão poderes no Conselho

Por Wanglézio Braga

O vice-presidente da república, Hamilton Mourão (PSL), afirmou que vai cumprir agenda no Acre. Sem data definida ainda para desembarcar em terras de Chico Mendes, o recém-empossado presidente do Conselho da Amazônia disse em visita à Roraima que visitará todas as unidades da região amazônica ainda nos próximos dias.

Segundo o vice-presidente, Roraima foi o primeiro estado a receber a visita do conselheiro maior da Amazônia tendo em vista uma preocupação com a imigração venezuelana em nosso território. A visita dele ocorreu após uma série de protestos em Pacaraima, fronteira com a Venezuela.  Depois de RR, Mourão vai cumprir agenda no Pará.

“A ideia é ouvir cada gestor dos estados sobre os problemas que enfrentam e juntos, com o governo federal e as bancadas legislativas, encontraremos soluções. Farei isso em todos os estados da Amazônia. Além de Roraima, devo cumprir, já nos próximos dias, visitas ao Pará e depois outras unidades, enfim, farei isso em todos os estados”, disse ele.  

O nome de Mourão como presidente do Conselho da Amazônia já foi aprovado pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado nesta quinta-feira (13). Vale lembrar que o Conselho Amazônia é um colegiado que reúne 14 ministérios para articular ações e políticas públicas voltadas à região.

Com a mudança, os governadores do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins, Mato Grosso e Maranhão, que integram a Amazônia Legal, foram excluídos da composição. A medida foi alvo de críticas em dois estados e de entidades ligadas ao meio ambiente.

“Ninguém perdeu poder. Muito pelo contrário, na realidade, os ministros agora têm uma autoridade designada pelo presidente da república para facilitar e integrar o trabalho dele", afirmou ele em entrevista.

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.