Corpo de estudante morta em acidente chega em Rio Branco sob forte comoção

A reportagem da Rede Amazônica Acre, em Rio Branco, acompanhou a chegada dos sobreviventes da tragédia na BR-364, em Cruzeiro do Sul, que acabou com a morte de Kelly Pereira da Silva, de 15 anos. Além deles, o corpo da jovem também chegou à capital na manhã desta terça-feira (13).

No ônibus, iam três equipes de basquete: duas equipes do Colégio Acreano, de Rio Branco, e uma equipe da Escola Divina Providência, de Xapuri, interior do Acre. As equipes saíram às 6h de segunda para disputar a final dos jogos escolares, que iniciaria nesta terça.

Mas, com a tragédia, o encontro foi no aeroporto de Rio Branco, onde amigos e familiares das vítimas se reuniram para receber o corpo da adolescente e os estudantes. O clima era de muita comoção entre todos.

Abalada, a família preferiu não falar com a imprensa. O secretário de Educação, Mauro Sérgio, diz que uma equipe de psicólogos está acompanhando os estudantes. O governo decidiu cancelar a competição após a tragédia.

“O governador Gladson Cameli disponibilizou uma aeronave para levar os familiares da jovem até Cruzeiro do Sul e trazer as vítimas de volta. O governo vem dando todo o apoio de logística em relação ao transporte e um grupo de psicólogos está acompanhando os alunos desde de Cruzeiro do Sul para que a gente possa, em breve espaço, superar esse momento de dor e aprender com esse momento. Criar mais laços de solidariedade, que é a grande lição neste momento”, disse.

Ele disse ainda que vai se reunir com o governador do estado, que deve decretar luto oficial nos próximos dias. No Colégio Acreano, em Rio Branco, as aulas foram suspensas, já que Kely era aluna de lá.

O secretário informou ainda que o ônibus era do governo e estava com a manutenção em dia. Já o motorista é de uma empresa terceirizada.

“Uma versão é que, em uma lombada, pode ter existido uma falta de atenção do motorista, que perdeu o equilíbrio e ocorreu o acidente. Mas, não sabemos ao certo, a perícia está fazendo um trabalho de investigação e o motorista já foi prestar esclarecimentos e toda a situação será apurada e vamos continuar dando todo esse apoio”, garantiu.

Das outras vítimas, o secretário disse que apenas uma mãe e mais uma jovem seriam encaminhadas ao pronto-socorro da capital para mais exames.

 

G1