Professores de Inglês do Acre podem ganhar bolsa de intercâmbio nos Estados Unidos

Por Wanglézio Braga

Professores de língua inglesa que atuem nas escolas públicas de ensino médio dos estados do Acre, Amazonas, Ceará, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins podem participar de um curso de aperfeiçoamento nos Estados Unidos com todas as despesas pagas.

O DAI 2020 Curso tem duração de um semestre acadêmico. As datas de inscrição variam nos Estados e a seleção é organizada pela Comissão Fulbright em parceria com a Secretaria da Educação de cada Estado participante.

As Secretarias poderão indicar até 4 professores de ensino de inglês. O Programa inclui aulas e treinamento intensivo em metodologias de ensino, planejamento de aula, estratégias de ensino, liderança, e também no uso de tecnologias em educação.

Em uma universidade americana, terão aulas e treinamento intensivo em metodologias de ensino, planejamento de aula, estratégias de ensino, liderança e também no uso de tecnologias em educação.

“As inscrições devem ser feitas por e-mail da Secretaria de Educação participante. Depois da seleção estadual, a Seduc fica responsável de encaminhar os candidatos selecionados para a etapa nacional do processo, até o dia 28 de fevereiro de 2020”, informa a Fulbright DAI.

Os selecionados terão a oportunidade de participar do Programa de Aperfeiçoamento para Professores de Língua Inglesa (Fulbright Distinguished Awards in Teaching Program for International Teachers - DAI).

Entre os requisitos para ser contemplado, é preciso ser professor de inglês do Ensino Médio na rede pública, Estadual ou Municipal; depender atualmente 50% do tempo de sua carga de trabalho em sala de aula lecionando Língua Inglesa no Ensino Médio; possuir, no mínimo, Bacharelado ou Licenciatura em Inglês com conclusão após 31 de dezembro de 2008; ter, no mínimo, cinco anos de experiência comprovada em sala de aula; demonstrar o compromisso de continuar lecionando na rede pública após a participação no programa DAI; demonstrar compromisso com o ensino de inglês; pouca ou nenhuma experiência acadêmica e/ou profissional no exterior; ter fluência oral e escrita em inglês – apresentar comprovante de proficiência em língua inglesa; ser cidadão brasileiro e não ter nacionalidade americana.