Em transmissão ao vivo pela internet, Gladson Cameli responde perguntas da população

O governador Gladson Cameli inovou neste domingo, 12, ao realizar uma transmissão ao vivo em sua página na rede social Facebook para responder os questionamentos dos internautas. Defensor do diálogo franco e do contato cada vez mais próximo com a população, o gestor não fugiu de nenhuma das centenas de perguntas que foram feitas durante quase 40 minutos.

Um dos temas abordados por Gladson diz respeito a recente lei sancionada pelo governo que proíbe a inauguração de obras inacabadas pelo poder Executivo estadual. Prática muito comum na administração passada, Cameli explicou que zela pelo dinheiro público e citou o exemplo do novo Pronto-Socorro de Rio Branco, prédio este que levou praticamente uma década para ser concluído graças ao empenho da atual gestão e que foi entregue funcionando para a população.

O governador afirmou ainda que segunda etapa da obra está em andamento e que acompanha de perto o cronograma para que seja inaugurada e melhore o atendimento para quem depende da Saúde pública e assegure também um ambiente digno de trabalho para os servidores públicos.

Perguntado sobre o novo uniforme escolar da rede estadual de ensino, Gladson repudiou os ataques de seus opositores que são contrários à distribuição gratuita do fardamento e garantiu que o Estado fará a doação de dois conjuntos para os mais de 160 mil estudantes dos 22 municípios. Além disso, também confirmou o reforço de mais uma refeição na merenda a partir deste ano.

Sobre a contratação de novos professores efetivos e policiais civis, Gladson explicou que é preciso obedecer a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para que não seja punido pelo crime de improbidade administrativa. Cameli disse que aguarda por um relatório referente ao limite prudencial e situação financeira do Estado, mas afirmou estar otimista e acredita que a nomeação dos docentes deva ocorrer antes do início do ano letivo de 2020. Já em relação aos agentes de Segurança Pública, o chefe do Executivo argumentou que pode efetiva-los em até 15 dias, porém, estabeleceu o mês de maio como limite.

Gladson pontuou ainda que tem planos para realizar novos concursos públicos em todas as áreas da administração pública, mas que o momento requer cautela e responsabilidade com as finanças do Estado.

Questionado sobre a recuperação das rodovias estaduais, o governador fez um grandioso anúncio para o público que acompanhava a transmissão ao vivo. Por meio de emendas parlamentares, recursos próprios e da União, Gladson revelou que o governo terá quase R$ 1 bilhão para investir em infraestrutura. O gestor assegurou melhorias nas estradas de acesso aos municípios de Plácido de Castro, Porto Acre, Mâncio Lima, Rodrigues Alves, além da Transacreana.

Foi anunciado também a execução de um audacioso pacote de obras que contempla melhorias em áreas prioritárias como Saúde, Segurança Pública e Educação. Gladson destacou a geração de milhares de novos postos de trabalho a partir da construção da nova orla de Rio Branco, o anel viário de Brasileia e Epitaciolândia e 1 mil unidades habitacionais populares.

Em relação a Segurança Pública, Cameli fez questão de parabenizar o esforço feito ao longo de 2019 para que os índices de violência diminuíssem em todo o Estado. O governador salientou que as operações policiais continuarão em pontos estratégicos e que o principal objetivo é coibir a ação de criminosos que insistem em desobedecer as leis.

 

Agência