Hospital do Juruá registra o falecimento de mais uma vítima de acidente em barco

Faleceu no início desta terça-feira, 11, Marluce Silva dos Santos, 38 anos, vítima do grave acidente ocorrido no Rio Juruá no último dia 7. 

O quadro da paciente era considerado o mais grave, não tornando possível a transferência para outros estabelecimentos de saúde.
De acordo com o médico Marlon Negreiros de Holanda, diretor Clínico do Hospital Regional do Juruá, a paciente teve mais de 70% da superfície corporal queimada, e não possuía condições de realizar hemodiálise, ocasionando a  paralisia dos rins. 

Esta é a segunda vítima fatal do acidente que atingiu 18 pessoas, ficando oito em estados grave e gravíssimo

O Governo do Estado do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde - Sesacre, continua prestando todo o atendimento às vítimas da tragédia e, à medida que quadros clínicos se estabilizam, é realizada a transferência para um dos mais importantes centros de tratamento para queimaduras do país, o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

 

Agência


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.