?O sucesso do estado está com vocês?, diz Gladson Cameli na FIEAC

Governador participa de 2º Encontro de Empresas Acreanas para Comércio Exterior e garante ser parceiro do setor produtivo

            Realizado na FIEAC, na última sexta-feira, 8 de novembro, o 2º Encontro de Empresas Acreanas para o Comércio Exterior contou com a participação do governador Gladson Cameli, que debateu com empresários sobre as dificuldades do setor produtivo local. O evento teve por objetivo esclarecer requisitos para empresas acessarem o mercado exterior e detalhar programação e ações a serem desenvolvidas pela proposta da Rede de Negócios Comex, que vem sendo conduzida pela FIEAC, Sebrae, Fecomércio, Faeac, Federacre, Acisa e Seict.

A ideia é preparar um grupo de empresas que tenha interesse em desenvolver negócios com importação ou exportações, provendo capacitações e ações para divulgação de produtos, orientações e assessoria técnica. De acordo com o assessor de Relações Institucionais da FIEAC, Assurbanipal Mesquita, a Rede de Negócios Comex pretende ajudar o setor empresarial para que ele consiga se organizar, trabalhar e divulgar seus produtos para fora do estado – seja dentro do próprio país ou em países vizinhos.

“No portal do Observatório do Fórum Permanente do Desenvolvimento, os principais produtos que o Acre exporta são castanha, madeira e carne bovina. E os maiores compradores do Acre são Hong Kong, Peru e Bolívia. Existe um mercado em nosso entorno e temos que saber como aproveitar e trabalhar melhor isso”, informou. Ainda durante a reunião foi apresentada uma amostra de produtos acreanos, que possuem potencial para negócios.

O governador Gladson Cameli agradeceu a oportunidade de participar do Encontro, aproveitando a ocasião para relatar sobre a viagem que fez à China na comitiva do presidente da República, Jair Bolsonaro. De acordo ele, os chineses estão interessados na Zona de Processamento de Exportação (ZPE) do Acre.

“Eu quero que a gente cresça e gere emprego. E, para mim, o que importa é que a ZPE tenha utilidade, que a gente valorize a nossa mão de obra, gere riqueza para a nossa economia. Não dá para ter uma ZPE dessas parada. Não dá para ter a Peixes da Amazônia parada. Precisamos dizer que estamos vivos e preparados para ter esse intercâmbio comercial. O governo tem a humildade de reconhecer que precisa das federações representativas do setor produtivo. O sucesso do estado está com vocês. Eu sou parceiro”, garantiu Gladson.

Para o presidente da FIEAC, José Adriano, a presença do governador no evento representa uma vitória para o setor empresarial. "Ficamos muito felizes pelo fato do governador Gladson Cameli ter atendido ao nosso chamado e que ele está em sintonia com aquilo que sonhamos para o desenvolvimento do estado. Não conseguiremos ir longe sozinhos e o apoio do governo é preponderante, já que todos temos o mesmo objetivo”, comemorou o empresário.