NOTA DE REPÚDIO ASCOM/SINTESAC

NOTA DE REPÚDIO

ASCOM/SINTESAC

O Comando de Greve dos Sindicatos da Saúde, vem a público repudiar as
falsas afirmações do Governo Estadual, por meio de nota assinada pelo
ex-sindicalista Alysson Bestene, o que muito nos surpreendeu,
especialmente, ao manifestar apoio a um gestor que chamou a todos
profissionais de saúde de vagabundos.

Lamentamos o tumulto ocorrido nesta manhã, no saguão da SESACRE, mas
alguns esclarecimentos precisam ser feitos à sociedade:

1) Os servidores de saúde, como todo trabalhador, tem o direito
constitucional de parar suas atividades parcialmente, como determina a
lei, como método de pressionar a equipe gestora a perceber o valor dos
serviços de saúde pública;

2) A manifestação dos servidores da saúde foi pacífica e ordeira, tendo
como objetivo adentrar apenas no saguão da SESACRE (um local de acesso
livre ao público), a fim de chamar a atenção dos gestores da Pasta;

3) O tumulto ocorrido nesta manhã foi provocado pela truculência do
Secretário Adjunto Jorge Fernando Rezende, que impediu os representantes
sindicais de acessarem os andares superiores da SESACRE, com o objetivo
de encorajar os servidores do prédio para aderirem ao movimento,
porquanto surgiram suspeitas de que os mesmos estavam sendo
constrangidos a não descerem para o movimento;

4) A discussão com o Deputado Jenilson Leite iniciou após ouvirmos o
Coronel Resende xingar os servidores de vagabundos, o que a todos
revoltou.

5) As negociações com o Governo Estadual estão esgotadas, por
deliberação da categoria em Assembleia Geral, até que a gestão apresente
propostas concretas, uma vez que os servidores não aceitam mais
promessas não cumpridas.

Assim, convidamos toda sociedade a conhecer nossas condições de trabalho
e a carga horária absurda que vivenciamos, a fim de entender que, da
forma como está, nenhum ser humano consegue prestar um serviço de
qualidade sem ser valorizado e ter as mínimas condições de trabalho.

Sindicato dos Trabalhadores em Saúde do Estado do Acre

Sindicato dos Enfermeiros do Estado do Acre

Sindicato dos Biomédicos

Sindicato dos Condutores de Ambulância do Estado do Acre

Sindicato dos Farmacêuticos do Estado do Acre

Sindicato dos Odontólogos do Estado do Acre

Sindicato dos Radiologistas do Estado do Acre

Sindicato dos Técnicos em Laboratório do Estado do Acre


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.