Justiça determina fim da greve da Saúde

A Desembargadora do Tribunal de Justiça do Acre Denise Bonfim acabou de determinar a paralisação da greve, mesmo não dizendo que é ilegal, e determinando a desocupação do prédio onde funciona a sede da Secretaria Estadual de Saúde.

Na decisão, a magistrada estabelece uma multa de R$ 15 mil reais por hora de paralisação, caso a greve seja mantida.

Denise Bonfim cita em sua decisão “No ponto, reputo indispensável mencionar a decisão proferida pelo Supremo Tribunal Federal na Reclamação Constitucional nº. 6.568/SP, precedente em que o Pretório Excelso esclareceu a possibilidade de prevalência do direito à saúde e segurança da coletividade sobre o direito de greve dos servidores públicos que atuam em áreas consideradas essenciais”.

O presidente do Sintesac que afirmou que não havia ainda sido comunicado da decisão, mas adiantou que o sindicato vai recorrer. “Não tomamos conhecimento ainda, mas se, for procedente, será lamentável o judiciário intervir num ato, legal, ordeiro e legítimo. Certamente recorreremos”.

Veja a decisão AQUI 

 

 

AC24horas


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.