Gladson Cameli confirma reinauguração da Biblioteca Pública Estadual para o dia 15 de outubro

Com investimento de R$ 1 milhão por parte do governo do Estado, prédio recebeu ampla reforma, foi modernizado e vem com novidades para o público que frequenta o espaço dedicado à educação e cultura

O próximo dia 15 de outubro será marcado pela reinauguração da Biblioteca Pública Estadual Adonay Barbosa dos Santos, localizada no Centro de Rio Branco. A confirmação foi dada pelo próprio governador Gladson Cameli durante inspeção à fase final de obras do prédio na tarde desta quarta-feira, 9. O gestor estava acompanhado do diretor-presidente da Fundação Elias Mansour (FEM), Manoel Pedro, e do secretário de Estado de Infraestrutura e do Desenvolvimento Urbano (Seinfra), Thiago Caetano.

Cameli afirmou que mesmo diante das dificuldades financeiras que o Estado enfrenta, a revitalização da biblioteca foi tratada como prioridade pelo governo. O gestor enfatizou que mais investimentos serão feitos em espaços públicos voltados para a educação e cultura.

“O maior legado que um governante pode deixar para o seu povo é investir em educação e é isso que estamos fazendo aqui com a reforma da Biblioteca Pública Estadual. Este espaço atende todos os públicos, desde as crianças, os jovens e a população da terceira idade. Queremos que locais como este sejam levados para os municípios do interior do nosso estado para que a nossa população tenha cada vez mais acesso ao conhecimento”, enfatizou o governador Cameli.

A reforma iniciada no fim de fevereiro deste ano contemplou a modernização, adaptação e manutenção do prédio, assim como a ampliação da acessibilidade. A filmoteca recebeu rampas, o setor de HQs (história em quadrinhos) ganhou plataforma, pisos táteis e identificação em braile. O espaço criança foi reformulado, bem como o local dedicado ao acesso à internet. A intervenção incluiu ainda o conserto das esquadrias, janelas, portas, forro, toda a pintura externa e interna, reforma dos banheiros e iluminação. Ao todo, o governo estadual investiu R$ 1 milhão na revitalização da Biblioteca Pública Estadual.

Após a reinauguração são esperadas cerca de 180 mil pessoas, por mês. Uma das novidades, que o público perceberá logo na entrada da biblioteca, será a “árvore do conhecimento”. O local abrigará livros que poderão ser emprestados aos visitantes e devolvidos posteriormente. Atualmente, o acervo do local está estimado em 70 mil obras literárias.

“A partir das 17 horas do dia 15 de outubro, a população pode esperar um bom funcionamento, um espaço acolhedor, porque considero este espaço um santuário do saber e esta é uma das bibliotecas mais bonitas do Brasil. O que nós mais queremos é um acolhimento às pessoas e ampliar cada vez mais o nosso acervo para que possamos oferecer uma biblioteca de excelência para o público que frequenta este local”, destacou o diretor-presidente da Fundação Elias Mansour (FEM), Manoel Pedro, o Correinha.

 

Agência