Deputados de RO desembarcam no AC nesta sexta-feira para reunir com a CPI da Energia

Por Wanglézio Braga

O deputado Roberto Duarte, do MDB, anunciou que a Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) vai receber uma comitiva formada por cinco deputados da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO) para uma reunião conjunta sobre o aumento abusivo do valor cobrado pela energia elétrica nos dois estados – Acre e Rondônia.

A parceria já havia sido anunciada há alguns dias quando o próprio Roberto Duarte e o deputado rondoniense, Jair Montes (PTC), fizeram um vídeo durante reunião da UNALE. Em terras acreanas, os visitantes vão ter acesso aos procedimentos usados pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), trocar informações com os parlamentares locais e acompanhar algumas convocações.

A visita vai ocorrer na manhã nessa sexta-feira (11). Nas redes sociais, Roberto Duarte chamou a população para acompanhar os trabalhos na sede do parlamento acreano. “Teremos uma reunião conjunta entre as CPI’S. Vamos lutar juntos contra o aumento abusivo na energia elétrica dos dois estados. Juntos buscaremos conta de energia justa e serviço de qualidade. Convido a todos para participar dessa reunião conjunta”, disse.

CPI NO ACRE

Os trabalhos da CPI da Energia estão avançados e a o relatório final deve ser entregue na segunda quinzena de outubro, caso não seja preciso ampliar os trabalhos na Comissão. Na Aleac, o autor do requerimento que instalou o dispositivo é de autoria do deputado, Jenilson Leite (PCdoB). A presidência ficou com Daniel Zen (PT). Inerente aos trabalhos na Comissão, a Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) foi convocada através do Senado Federal para prestar esclarecimentos no Acre, mas não convenceu os deputados.

CPI EM RONDÔNIA

Na ALE-RO os trabalhos começam a engatinhar. A CPI da Energisa foi instalada em setembro e a presidência tem como dirigente o próprio autor do requerimento, deputado Alex Redano. As oitivas acontecem todas as quartas-feiras no plenário daquela Casa de Leis.

Na agenda, os deputados estão na fase de convidar autoridades e órgãos que vão ajudar na apuração das denúncias. Foram chamados  deputados federais, senadores, membro do Tribunal de Contas do Estado (TCE), do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO), Ordem dos Advogados de Rondônia (OAB-RO), Instituto de Pesos e Medidas (IPEM), Ministério Público de Rondônia (MPRO), Ministério Público Federal de Rondônia (MPF-RO), Procon, União de Vereadores de Rondônia, Inmetro e o próprio Conselho de Direito do Consumidor.