O Rio Branco

Hoje é 21 de Novembro de 2017

Geral

Governo promoverá a urbanização do entorno do lago do Into

06 de Setembro de 2017 às 08:25:58

Nesta quarta-feira, 6, será assinada pelo governador Tião Viana a ordem de serviço para urbanização do entorno do lago do Into. A solenidade será às 17 horas, no Quiosque de Bambu, do Parque Tucumã, nas proximidades do Conjunto Ipê.

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Obras Públicas (Seop), promove a urbanização do entorno do lago do Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into). Numa área correspondente a 9.754,05 metros quadrados, o espaço é parte integrante da unidade hospitalar e contínua do Parque Tucumã para práticas esportivas, culturais e educacionais.

Serão contemplados no projeto setores de passeios públicos como calçadas, escadas e rampas direcionadas à acessibilidade e ciclovia. O paisagismo contará com grama e arborização, e o mobiliário urbano, com bancos e lixeiras, iluminação pública e fontes interativas.

“O projeto aproveita todo este espaço que fica em torno do lago urbano para oferecer mais opções de lazer e convivência aos moradores da capital e aos pacientes do Into para realizarem suas atividades de recuperação”, destaca o titular da Seop, Átila Pinheiro.

O gestor informa que serão investidos R$ 2 milhões na urbanização e ressalta que as obras complementam os serviços de infraestrutura já implementados na regional.

“Na gestão do governador Tião Viana, aumentamos da extensão linear do Parque Tucumã entre os conjuntos Universitário e Ipê e recentemente iniciamos a ampliação de suas pistas de ciclovia e caminhada”, relata Pinheiro.

A aposentada Maria da Gloria Calixto pedala todos os dias do Universitário até a Associação dos Militares do Acre, para participar de aulas de hidroginástica. Ela comenta que a obra vai proporcionar segurança no seu trajeto.

“Como essa parte do lago não tem ciclovia, eu tenho que passar pela terra ou pela rua, que é perigoso. No entanto, a obra vai interligar com a pista do Parque Tucumã, e isso me dará mais tranquilidade. Por isso, vejo essa ação com bons olhos”, disse a aposentada.

 

 

Agência

 




Compartilhar