O Rio Branco

Hoje é 18 de Agosto de 2018

Geral

Operação Floresta Viva e caminhada marcam o Dia Mundial do Meio Ambiente no Acre

06 de Junho de 2018 às 09:16:25

O Acre celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente, nesta terça-feira, 5, com 87% de floresta nativa. Em curso de uma política de desenvolvimento sustentável que tem como base a valorização do ativo ambiental, o Estado tem alcançado resultados significativos, como a redução de 66% do seu desmatamento ilegal na última década, ao mesmo tempo que gera a oferta de emprego e amplia a renda dos acreanos.

Como forma de celebrar a data e reafirmar o compromisso com o desenvolvimento sustentável da região, o governo, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e Instituto de Meio Ambiente do Acre (Imac), entre outros parceiros, promoveu nesta manhã, na Praça da Revolução, em Rio Branco, o lançamento da Operação Floresta Viva, associada a uma caminhada simbólica em prol do planeta.

Efetuada anualmente a fim de prevenir e coibir crimes ambientais, a Operação Floresta Viva integra as equipes do Imac, Sema, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Corpo de Bombeiros e do Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA), que saem a campo para averiguar se há predominância de queimadas e desmatamento ilegais.

“Estaremos desenvolvendo não somente ações de fiscalização, mas também educativas. Ou seja, orientando a sociedade e a população sobre o risco que é a queimada oferece ao estado”, salientou Paulo Viana, diretor-presidente do Imac, órgão que no ano passado recolheu mais de R$ 2 milhões em autuações ambientais no Acre.

Caminhada ambiental

Criado pela Organização das Nações Unidas (ONU), o Dia Mundial do Meio Ambiente visa despertar o senso crítico social sobre os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais. E foi marchando pelo centro da capital, que os órgãos ambientais aguçaram a consciência da população.

A Caminhada pelo Meio Ambiente saiu da Praça da Revolução e se encerrou na Praça do Novo Mercado Velho, onde a Sema distribuiu 200 mudas, entre frutíferas e florestais, ao público presente.

Segundo o secretário de Estado de Meio Ambiente, Edegard de Deus, a data pede uma reflexão. “Queremos estimular as pessoas a se questionarem sobre o que elas fazem para proteger as nossas florestas, mananciais, fauna e flora, porque o meio ambiente somos nós”, salientou o gestor.

A atividade contou com a participação dos Bombeiros Mirins e das escolas públicas de ensino infantil e fundamental: Menino Jesus, Aplicação, Dom Pedro I e Ruy Azevedo.

A pouca idade de Marcus Vinícius dos Santos, 10 anos, não o priva de ser agente ambiental. “Aprendi que não podemos jogar óleo na pia, ao lavar a louça, economizar água e papel”, destacou o estudante que marchou em prol do planeta.

 

 

Agência




Compartilhar