Pando confirma 23 casos de Covid-19 e tropas militares são enviadas para resguardar a fronteira com o Acre

Por Wanglézio Braga

O departamento de Pando, na Bolívia, confirmou aumento no número de casos positivos de Covid-19. Até o momento, foram confirmados 23 casos da doença, 104 suspeitas, 146 casos descartados, 11 pessoas curadas e duas mortes. A capital, Cobija, que faz fronteira com as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, no Acre, concentra o maior número de infecções. Até bem pouco tempo, o estado boliviano, tornou-se exemplo de controle de contágio da doença.

Em números gerais, a Bolívia é um dos países da América do Sul que vem registrando maiores números de vítimas de Covid-19 perdendo apenas para o Brasil, Peru e Chile. Ontem (04) o Ministério da Saúde da Bolívia confirmou 12.245 mil casos positivos, 1.658 mil pessoas curadas e 415 mortes.

Na fronteira com o estado do Acre, a preocupação é o contrabando e ingresso de pessoas por meio do Rio Acre. Nesta semana, o Governo Boliviano enviou tropas militares para fazer o controle na região entre as cidades de Epitaciolândia e Brasiléia. A ideia é evitar o ingresso de quaisquer produtos brasileiros que estão entrando no país por rotas alternativas. Uma mulher foi presa após atravessar a nado o manancial trazendo produtos brasileiros. O nome dela não foi divulgado. 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.