Rainha Elizabeth usa Skype para falar com família durante quarentena

Parte do grupo de risco, a Rainha Elizabeth está em isolamento no Palácio de Windsor deste a última quinta-feira (19) e, na companhia do marido Philip, por lá pretende ficar até o fim da pandemia do coronavírus. Mas é claro que a monarca também sente saudade da família e, gente como a gente, tem feito uso da tecnologia para driblar a distância imposta pela quarentena.

Ao jornal Telegraph, uma fonte de dentro do Palácio de Buckingham informou que a Rainha tem aprendido a usar o Skype e o FaceTime para manter contato com familiares e amigos. Ao mesmo tempo, se prepara para gravar uma mensagem de apoio aos cidadãos britânicos. “A Rainha irá se pronunciar caso a crise do coronavírus se agrave. Será a quarta vez que ela fará um pronunciamento especial em 68 anos de reinado”, revelou o informante.

Ainda na quinta, durante sua transferência para Windsor, uma publicação em nome da Rainha foi feita no Instagram oficial da Família Real. Lá, além de discutir a importância do isolamento para a segurança da comunidade, ela agradeceu o comprometimento de cientistas e de profissionais da saúde e de outros serviços públicos, que seguem trabalhando em meio a pandemia.

 

Cláudia

 

 


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.