E agora? Pato pede passagem, mas rival pode atrapalhar Muricy; entenda

O show de Alexandre Pato contra o Capivariano deve dar a Muricy Ramalho a famosa dor de cabeça boa. Os três gols e a assistência para Alan Kardec na última quarta-feira dão mais força ao pedido de parte da torcida para que o astro vire titular. O próprio atleta pede sequência, pois admite não gostar de ser reserva, mas reconhece a dificuldade da concorrência com Luis Fabiano e Kardec. Ainda assim, o treinador pode ficar em uma encruzilhada por conta do rival Corinthians.A vitória no primeiro confronto com o Once Caldas pela primeira fase da Taça Libertadores coloca o rival no horizonte do São Paulo no Grupo 2. Se confirmado, o iminente duelo com o Corinthians no dia 18, fora de casa, só teria Pato em campo mediante o pagamento de uma multa de R$ 1 milhão do Tricolor para o time do Parque São Jorge. A questão barrou a escalação do atleta em um Majestoso do ano passado. Ele está emprestado pela equipe alvinegra até o fim do ano.Assim, Muricy terá de decidir se opta por usar Pato como titular nas próximas rodadas do Paulista, sob o risco de não tê-lo contra o Corinthians. Ou se mantém Luis Fabiano ao lado de Alan Kardec, ou outro companheiro na frente, pensando em preparar o time para a principal competição da temporada.

– Eu quero jogar. Só depende de mim. Eu tenho de correr atrás, porque não gosto de ficar no banco. Então tenho de aproveitar todas as oportunidades que tenho. Aproveitei hoje (quarta-feira) e espero ter cada vez mais chances. Temos muitos atacantes. Acho que vai acontecer muito revezamento. Eu não quero fazer parte apenas, quero estar jogando (risos), mas quem manda é o professor – disse Pato.O comportamento do atacante mesmo no banco agrada Muricy. O treinador prometeu "não desistir do jogador" e disse não ter problemas para administrar o ambiente com jogadores de nome entre os reservas. Na visão do vice-presidente de futebol, Ataíde Gil Guerreiro, esse será o principal desafio do treinador, dono do melhor elenco do Brasil, segundo o dirigente.
- Muricy é o melhor técnico do Brasil, por isso está aqui. Agora ele tem de mostrar que é bom de administrar banco. Ele tem condições para isso. O principal problema dele é esse. Ele mesmo diz que o Pato tem tudo para ser titular, como todos aqui têm. O elenco é jovem, equilibrado... Eu não trago veterano, só se for excepcional. Trouxemos todos com menos de 30. Muricy vai ter de administrar o banco - disse Ataíde, durante a apresentação de Centurión, na terça-feira.
Questionado sobre se esse realmente seria seu principal desafio, Muricy mostrou irritação.
– Isso aqui era um desastre há um ano e meio (quando voltou ao São Paulo). Hoje é um relógio de disciplina e boa postura, não tem nem mais concentração. Ninguém precisa falar o que eu tenho de fazer. Sou profissional, tenho 40 anos de futebol. O que eu tenho de melhor é o ambiente. Esse é o meu forte. Eu não tenho de administrar nada. O jogador confia em mim, sabe que comigo é justiça e não tem sacanagem. Administro isso aqui facinho, facinho – afirmou.
No fim de 2014, o presidente Carlos Miguel Aidar cobrou mais rendimento de Pato. A primeira atuação do atacante como titular na temporada deixou o dirigente e a torcida esperançosos.

GLOBO


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.