Bebida, tiros e descaso! Jon Jones é preso de novo após dirigir embriagado

Se nem mesmo no ápice de sua carreira, com luta marcada para defender seu cinturão do UFC e com recordes a serem atingidos Jon jones respeitava as leis, imagine agora durante uma quarentena forçada em que o atleta, dono das principais marcas do esporte, não sabe nem quando voltará a competir. Na madrugada desta quinta-feira (26), o campeão meio-pesado (93 kg) foi preso mais uma vez e, de novo, por não respeitar as leis de trânsito - embora dessa vez com alguns agravantes.

De acordo com o registro policial da cidade de Albuquerque enviado ao site 'MMA Fighting', Jones foi flagrado dirigindo enquanto intoxicado (DWI, da sigla em inglês), algo similar a dirigir sob influência de substâncias ilícitas (DUI). Para piorar sua situação, o atleta, que já havia sido detido em outros dois momentos no passado, foi fichado por outros três delitos.

O primeiro deles é que Jones estava sem provas de que seu carro tinha seguro (fato exigido por lei nos EUA). Depois, o policial encontrou uma garrafa de mezcal (bebida mexicana similar à tequila) aberta no veículo. Por fim, o último crime cometido por 'Bones' foi uso negligente de arma de fogo.

Por sinal, os policiais teriam ido à região onde Jones estava para averiguar disparos realizados por volta da uma da manhã. Por sua vez, o lutador negou ter efetuado qualquer disparo e agora aguarda os testes serem feitos na sua arma. No entanto, o campeão do UFC foi reprovado nos testes de embriaguez realizados pelos policiais, inclusive no bafômetro, que teria registrado o dobro do permitido de acordo com as leis do estado do Novo México.

Solto após pagamento de fiança, o atleta ainda deve responder sobre o caso. Reincidente, Jones já havia sido preso em 2012, quando foi flagrado dirigindo embriagado após colidir seu carro no estado de Nova York. Três anos depois, o veterano do UFC fugiu de uma batida de carro deixando em seu veículo uma pequena quantidade de maconha.

 

Ag. Fight


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.