Rivaldo critica Philippe Coutinho após gesto à torcida do Barcelona: ‘Não bonito’

Ídolo do Barcelona, Rivaldo não gostou da atitude de Philippe Coutinho com a torcida do Barcelona, após o meia marcar um gol na vitória por 3 a 0 sobre o Manchester United, pela Champions League. O camisa 7 tapou os ouvidos com os dedos em um claro sinal para os adeptos do Barcelona, de que está "surdo" para as vaias ouvidas ao longo da temporada em jogos no Camp Nou.

Em entrevista ao jornal espanhol “Marca”, o ex-jogador Rivaldo criticou a provocação do compatriota.

"Não foi um gesto bonito. Marcou um golaço, mas nunca é bom fazer algo do tipo para os torcedores. O público só critica o jogador porque sabe que ele pode fazer mais", disse Rivaldo.

Rivaldo foi o grande vencedor da Bola de Ouro de 1999, quando jogava no Barcelona

O pernambucano vestiu a camisa do Barcelona entre 1997 a 2002 e acompanhou do camarote a vitória do time, já que foi convidado pelo presidente Josep Maria Bartomeu, assim como os outros ex-jogadores Belletti e Kluivert. Para Rivaldo, Philippe Coutinho precisa trabalhar mais.

"Não sei o que leu nos jornais ou viu na televisão, mas ele precisa seguir trabalhando e pensando no próximo jogo. Se marcar gols tudo mudará. Coutinho foi muito caro e não se tornou ídolo da torcida. Ele precisa de mais personalidade para fazer a diferença", afirmou.

O brasileiro afirmou, ainda, que se estivesse no lugar de Coutinho não deixaria o Barcelona. Por causa do desempenho abaixo do esperado, a imprensa catalã especula sobre a possível venda do meia na próxima janela de transferências.

"Ele não encontrará outro clube igual no mundo".