Rio Branco é escolhida para realizar o segundo "Festival Nacional Paraolímpico"

Por Wanglézio Braga

Nas instalações desportivas da Universidade Federal do Acre (UFAC), em Rio Branco, vão ocorrer às atividades alusivas ao “Dia do Atleta Paraolímpico” que é celebrado sempre em 22 de setembro, porém, as competições vão ocorrer um dia antes, no sábado (21). Hoje (16) o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) divulgou a relação das 70 cidades que vão receber a segunda edição do festival. Segundo a CPB, cerca de 11 mil crianças e adolescentes vão participar do festival.

A programação oferecerá três modalidades por sede, com duração de 3h - das 8h30 às 11h30. Poderão participar crianças com faixa etária de 10 a 17 anos, com e sem deficiência. 

Profissionais de Educação Física e voluntários conduzirão a programação em cada núcleo. Entre os esportes disponíveis estarão: atletismo, basquete em cadeira de rodas, bocha, futebol de 5, futebol de 7, goalball, judô, parabadminton, parataekwondo, tênis de mesa, tênis em cadeira de rodas e vôlei sentado.

“ A intenção é de mobilizar pessoas com deficiência em todo o território brasileiro por meio das atividades. As cidades estão dispostas a abraçar o evento, principalmente as Secretarias e isso proporcionou o crescimento do Festival. Recebemos quase 90 candidaturas. Selecionamos as cidades de acordo com a demanda local”, explicou o coordenador de desporto escolar do CPB, departamento responsável pela organização do Festival.


Lavar as mãos
A lavagem deve ser feita frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos, respeitando os 5 momentos de higienização.


Não tocar o rosto
Evite encostar as mãos não lavadas na boca, nos olhos e nariz. Essas são as principais portas de entradas do coronavírus no organismo.


Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar
O ideal é usar cotovelo ou lenço. Se utilizar papel, jogue fora imediatamente.


Usar álcool em gel
Se não houver água e sabonete para lavar a mão, use o álcool gel 70%, que é eficiente para matar o vírus e outras possíves bactérias.


Evitar contato se estiver doente
Quem está com sintomas de doença respiratória deve evitar apertar as mãos, abraçar, beijar ou compartilhar objeto. Se puder, fique em casa.

Usar máscara se apresentar sintomas
Quem está com sintomas como tosse e espirro deve usar máscara mesmo sem o diagnóstico confirmado de covid-19.