O Rio Branco

Hoje é 24 de Janeiro de 2018

Esportes

Endividado até o pescoço, Cruzeiro monta elenco em que ser titular será parada dura; veja por quê

11 de Janeiro de 2018 às 09:58:23

O Cruzeiro promete ter as brigas mais acirradas por posição entre os clubes brasileiros em 2018. Tudo por conta de uma janela de transferências farta, em que o técnico Mano Menezes ganhou muitas opções.

Chegaram à Toca da Raposa os atacantes Fred e David, os laterais esquerdos Egídio e Marcelo Hermes, o volante Bruno Silva e o lateral direito Edilson. Um investimento total de cerca de R$ 24,8 milhões até o momento.

O valor, contudo, pode aumentar caso o Cruzeiro tenha de pagar a multa de R$ 10 milhões ao Atlético-MG por ter contratado Fred - havia uma cláusula específica no caso de ida ao rival de Belo Horizonte.

O setor com mais nomes é o ataque. Fred pode ter de brigar com Rafael Marques, Judivan, Rafael Sobis, entre outros. Veja abaixo como deve ser a briga.

GOL

É a posição em que Mano Menezes não tem dúvida. Fábio é o titular. E Rafael o reserva. O Cruzeiro ainda tem no elenco Lucas França, 21 anos, o mais novo entre os arqueiros celestes.

ZAGA

São seis defensores na briga por duas vagas: Arthur, Dedé, Digão, Léo, Manoel e Murilo Cerqueira.

Nos dois primeiros testes da temporada, o treinador deu pistas dos titulares. Escolheu Lé e Murilo Cerqueira. Depois colocou Digão e Manoel, improvisando Arthur na lateral direita.

Vale lembrar que a zaga foi o único setor sem contratações.

LATERAIS

Do lado direito, Mano Menezes tem a disposição Edilson e Lucas Romero. O mais provável é que o primeiro seja o titular, uma vez que acabou de chegar e o segundo é volante de origem.

Do lado esquerdo, a disputa será entre Egídio, de volta ao Cruzeiro, e Marcelo Hermes. No primeiro jogo-treino da temporada, o primeiro jogou os 45 minutos iniciais e o segundo a etapa final.

MEIO-CAMPO

O setor é um dos mais povoados.

O Cruzeiro tem os volantes Ariel, Bruno Silva, Henrique, Lucas Silva, Nonoca e Vander. Além de Lucas Romero, que terminou a temporada jogando improvisado na lateral direita.

Os favoritos para a posição são Bruno Silva, recém chegado, e Lucas Silva.

A situação de meias é parecida. Mano Menezes tem De Arrascaeta, Messidoro, Nickson, Rafinha, Robinho, Thiago Neves e, em breve Mancuello, ex-Flamengo.

ATAQUE

O principal nome é Fred, o centroavante, mas o Cruzeiro também tem um setor bem povoado com David, Raniel, Rafael Sóbis, Rafael Marques, Judivan e Sassá.

A escolha dependerá de como Mano Menezes vai armar a equipe, com apenas um centroavante (só Fred então) ou com um centroavante (Fred é favorito, não tem jeito) e um ou dois atacantes mais rápidos (David e Sóbis).

SITUAÇÃO COMPLICADA NAS FINANÇAS

Tantas contratações, contudo, não refletem tranquilidade na administração. A equipe mineira finalizou 2017 com um saldo devedor alto e a fama de "caloteira" no mercado do mundo da bola.

Somente em ações da Fifa, o valor devedor se aproxima de R$ 50 milhões de débito. São casos em que a equipe tentou dividir o valor das contratações, tendo pago a parte inicial e não a restante.

Por exemplo, ainda falta pagar cerca de 1 milhão de euros (hoje, R$ 3,8 milhões) ao Defensor Sporting, do Uruguai, pela contratação do meia uruguaio Giorgian De Arrascaeta, um dos destaques celeste no último ano.

Mas há casos em que nenhuma parcela foi quitada. É o caso do volante Denilson. Ele nem está mais no clube, mas o o Al Wahda, dos Emirados Árabes, cobra 850 mil euros (R$ 3,3 milhões) não pagos pelo empréstimo.

Vale lembrar que o Cruzeiro iniciou 2018 com uma nova diretoria. O empresário Wagner Pires foi eleito em outubro e tomou posse em janeiro e nomeou Itair Machado para ser vice de futebol.

Inclusive, Machado disse que a intenção do clube celeste e negociar diretamente com os clubes credores, pois o risco de punição é pequeno. Só aconteceria passada todas as instâncias de punição.




Compartilhar