O Rio Branco

Hoje é 21 de Agosto de 2018

Esportes

Conmebol processa o Nacional-URU após gesto de torcida em jogo com a Chapecoense

02 de Fevereiro de 2018 às 10:44:20

Paraguai - A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) abriu um processo disciplinar contra o Nacional, do Uruguai, por causa do comportamento inadequado de parte dos torcedores do time durante o jogo contra a Chapecoense, na última quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó, onde os visitantes venceram a equipe catarinense por 1 a 0 pela Copa Libertadores.

A entidade confirmou o processo contra o clube uruguaio depois de alguns torcedores da equipe comemorarem a vitória sobre com gestos imitando um avião, em referência ao acidente trágico com a delegação da Chapecoense em novembro de 2016.

As imagens da televisão ainda mostraram que alguns uruguaios abriram os braços e imitaram avião ao final da partida. Ao comentar o episódio no comunicado no qual anunciou o processo disciplinar contra o Nacional, a Conmebol disse que "tomou conhecimento de comportamentos ofensivos que atentam contra a dignidade humana das pessoas na partida Chapecoense x Nacional"

A Conmebol também informou que o clube uruguaio tem até a próxima quinta-feira para apresentar a sua defesa neste processo Este prazo vencerá um dia depois do confronto de volta entre Chapecoense e Nacional, na quarta, em Montevidéu, onde os donos da casa terão a vantagem de poderem avançar à próxima fase da Libertadores com um empate, pois ganharam o confronto de ida por 1 a 0.

Essa investigação contra o Nacional foi aberta pela Conmebol com base no artigo 14 do seu Regulamento Disciplinar, que está em concordância também com o artigo 8, que fala sobre a responsabilidade dos clubes "pelo comportamento de seus jogadores, oficiais, membros, público assistente e torcida". Entre as punições previstas em caso de condenação estão multa de no mínimo US$ 3 mil, perda de mando de campo ou até exclusão da competição.

Antes de a Conmebol confirmar este processo disciplinar, a diretoria do Nacional pediu desculpas à Chapecoense em nota oficial publicada na última quinta-feira. "É muito difícil encontrar as palavras adequadas. Apelamos à vossa indulgência para compreender nossa inquietação e aceitar nossas desculpas", disse trecho da nota do time uruguaio.

O Nacional afirmou que iniciou uma investigação interna para identificar e punir os responsáveis pelos gestos. "Queremos comunicar nosso mais íntimo e profundo sentimento de vergonha. Solicitamos encarecidamente que sejam aceitas as nossas profundas manifestações de desculpas pelo horroroso e repudiável gesto", escreveu a diretoria.

No comunicado, o Nacional ainda relembrou que no confronto contra a Chapecoense, na Copa Libertadores do ano passado, promoveu ações de apoio como faixas, balões nas cores verde e branca e a utilização do escudo do clube catarinense na camisa do time. Os uruguaios reiteraram ser solidários à tragédia e, por isso, condenaram a conduta de parte dos seus torcedores.

 

odia




Compartilhar