O Rio Branco

Hoje é 14 de Novembro de 2018

Educação

A ciência e a tecnologia na Amazônia é tema no debate desta sexta-feira

17 de Julho de 2014 às 17:15:27

Thais Farias


A 66º reunião da Sociedade Brasileira de para o Progresso da Ciência (SBPC), sediada pela Universidade Federal do Acre (Ufac) este ano, está se aproximando, e para debater o assunto, bem como o legado da Semana da Ciência para o estado, o programa Tribuna Livre desta sexta-feira, 18, recebe o reitor da Ufac, Minoru Kimpara, e o secretário de ciência e tecnologia do Acre, Marcelo Minghelli a fim de esclarecer a ciência e tecnologia na Amazônia. O programa, apresentado por Archibaldo Antunes, vai ao ar a partir das 20h10min, no canal 8, pela TV Rio Branco.

Os debatedores Narciso Mendes e Osmir Lima iniciaram a discussão questionando os convidados sobre a situação do Acre em relação à inicialização e o crescimento do trabalho cientifico e tecnológico na região, tendo em vista que esse processo poderá diversificar a demanda e avançar os métodos de sustentabilidade.

Indagado sobre a questão, o reitor da Ufac expôs qual o cenário da pesquisa científica na Universidade e quais os possíveis avanços que o Acre poderá colher após a semana da SBPC. "Este é um momento de socialização e conhecimento, conhecimento que são produzidos em outros estados brasileiros e até mesmo outros países. ?? uma troca, uma oportunidade para a comunidade local possuir maiores conhecimentos", garante Kimpara. Segundo ele, a reunião terá temáticas diferentes e específicas nesta edição, como a do extrativismo e a SPBC indígena.

Marcelo Minghelli afirma que o Acre possui excelentes pesquisadores e que a Ufac vem desenvolvendo importantes trabalhos nesta área. O secretário falou, também, sobre os planos do governo do Estado em se apropriar do legado da SBPC e fomentar o estudo científico na região. "O Estado já estava preocupado com isso, e agora, junto com a Universidade, ele começa a desempenhar um papel importante para a sociedade", explica Minghelli.

De acordo com o debate, o Acre tem se esforçado para montar um esquema acadêmico cientifico e tecnológico como o que a Ufac sedia este ano e articulações estão sendo tomadas para que esse quadro evolua no estado. "Nossa preocupação é avançar na ciência para o Acre. Temos que apostar no que já está estabelecido e em novos seguimentos, coisas que os acreanos são capazes de fazer", garante o secretário.

O reitor da Ufac destaca a equipe que o acompanha na reitoria, comprometida com a universidade, e que está ajudando a sediar este grande evento e a melhorar a estrutura e o ensino da Universidade. Questionado pelos debatedores do programa sobre a política de cotas, Minoru Kimpara se diz a favor das cotas e que o tema foi bastante discutido na instituição. Este e outros temas também serão debatidos. Não perca a transmissão do programa completo esta noite.





Compartilhar