O Rio Branco

Hoje é 26 de Setembro de 2017

Educação

Prêmio Cidadania e Justiça na Escola: Tribunal de Justiça premia escolas do município

13 de Dezembro de 2016 às 15:21:01

O prefeito Marcus Alexandre e o vice-prefeito e secretário de Educação, Márcio Batista, participaram nesta terça-feira, 13, do encerramento da 5ª edição do Projeto Cidadania e Justiça na Escola, criado pelo do Tribunal de Justiça do Acre e que premia as melhores redações de alunos do 5º ano de escolas públicas estaduais e municipais. O prefeito, que recebeu do TJ-AC o Diploma de Participação no Projeto, destacou que “tudo o que fizermos para passar conhecimento para essas crianças vai influenciar no futuro delas de forma positiva. O Tribunal de Justiça do Acre está de parabéns pela iniciativa junto às nossas escolas municipais”.

 

O objetivo do projeto, criado em 2012 pelo TJ-AC, é a conscientização de crianças a respeito da democracia, direitos e deveres, bem como sobre a estrutura e as atribuições do Poder Judiciário. “Com esse projeto criamos nas crianças o interesse pelo tema justiça e cidadania e tudo o que cerca esses temas. Contribuímos para a formação de crianças como agentes multiplicadores de saberes e também proporcionamos uma maior aproximação e interação entre o Poder Judiciário e a sociedade”, destacou a presidente do Tribunal de Justiça do Acre, desembargadora Maria Cezarinete Angelim.

O Projeto foi lançado no dia 17 de maio de 2012, apoiado pela Associação Nacional de Magistrados (AMB), Associação de Magistrados do Acre (ASMAC) e Secretaria Municipal de Educação (SEME). O primeiro passo do Projeto é a visita de magistrados e colaboradores ao ambiente escolar. Em seguida há a visitação dos alunos ao Tribunal de Justiça para conhecerem a estrutura do Poder Judiciário e diversas atividades didático-culturais. Júris simulados voltados para os alunos também são realizados ao longo do desenvolvimento do projeto. Após isso, os estudantes das salas de quinto ano elaboram as redações. A própria escola faz uma pré-seleção e envia o material para o Tribunal de Justiça, que, em parceria com a Academia Acreana de Letras, escolhe as três primeiras colocadas.

Este ano, 15 escolas participaram do Projeto e 63 redações foram analisadas, sendo que as três vencedoras foram: a Escola Chico Mendes, com a aluna Narrimam Conduta (1º lugar); a Escola Anice Dib Jatene, com aluna Lívia Beatriz Melo (2º lugar); e a Escola Francisco Bacurau, com a aluna Rebeca Moura Diniz (3º lugar). Além de diplomas, os vencedores ganharam tablets.

A diretora da escola vencedora, Suzulei Lafuente explica que o projeto movimenta bastante a escola e desperta o interesse dos estudantes pelo tema “Cidadania”. A aluna vencedora, Narrimam Conduta, diz que vai ser advogada quando crescer. “Para defender as pessoas”, conclui ela.

Também participaram do evento no TJ-AC, o presidente da Escola do Tribunal, o desembargador Samuel Evangelista, a desembargadora Regina Ferrari, o presidente da ASMAC, Giordane Dourado, e o promotor Marcos Aurélio.

“Educação é o maior legado de uma gestão”

 

Durante a cerimônia do entrega da premiação no Tribunal de Justiça, o prefeito Marcus Alexandre ressaltou que a educação é o maior legado de qualquer gestão. O prefeito citou que o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – IDEB, das escolas de Rio Branco, em2016, foi de 6,6, superior à média nacional, que foi de 5,5.

 

O chefe do executivo citou ainda o crescimento no número de alunos, que passou de nove mil para 24 mil nos últimos anos. Atualmente, existem 83 escolas e na atual gestão foram construídas e entregues oito novas creches, sendo que mais seis serão inauguradas, gerando ao todo mais 1.200 vagas para crianças.

 

Da Assessoria

Fotos Assis Lima/Asscom




Compartilhar