O Rio Branco

Hoje é 16 de Dezembro de 2018

Educação

Ufac prepara escolha de reitorado para 2018-2022

09 de Maio de 2018 às 08:42:42

A Universidade Federal do Acre (Ufac) realiza este mês a escolha do seu novo reitorado. Os gestores eleitos serão responsáveis por comandar a instituição entre 2018 e 2022. A votação está marcada para dia 22 de maio, das 8h às 21h.

Diferente de processos eleitorais tradicionais, a escolha do reitor pelo voto na universidade não acontece de maneira direta, uma vez que, por lei, o novo reitor precisa ser nomeado pela Presidência da República com base em uma lista tríplice, enviada por um Colégio Eleitoral, no caso da Ufac, composto pelo Conselho Universitário e Conselho Diretor.

“Se nós fôssemos atender ao pé da letra o que exige a legislação, o Colégio Eleitoral indicaria, através de votação dentro do próprio colégio, a lista tríplice contendo o nome de três candidatos para assumir a administração da instituição”, esclarece o presidente da Comissão Eleitoral, professor Dalbi José d’Ávila.

Ele explica que na universidade se faz, democraticamente, uma consulta à comunidade acadêmica, que tem a oportunidade de manifestar sua preferência em relação às candidaturas que se apresentam para assumir a gestão da instituição. “O resultado dessa consulta é ratificado pelo Colégio Eleitoral reunido”, completa.

A lei que regulamenta o processo de escolha dos dirigentes de instituições federais de ensino superior é o decreto n.º 1.916, de 23 de maio de 1996.

Na história da Ufac, que começa com a fundação da Faculdade de Direito, em março de 1964, dez reitores passaram pela administração superior. A consulta à comunidade acadêmica, entretanto, só passa a ser instituída após o período de redemocratização do país.

O primeiro reitor eleito após votação foi o ex-professor do Departamento de Economia, Sansão Ribeiro de Sousa. Ele venceu uma eleição que contou com a inscrição de seis chapas e que terminou em segundo turno contra Joaquim Cruz.

Atualmente, a eleição para o reitorado acontece em turno único, com voto paritário, mas não obrigatório, para docentes, técnico-administrativos e estudantes de graduação e pós-graduação da instituição. Como candidatos, podem participar apenas professores integrantes da carreira de magistério superior da Ufac, nas classes de professor titular e professor associado 4 ou portadores do título de doutor.

 

(Ascom/Ufac)




Compartilhar