O Rio Branco

Hoje é 21 de Fevereiro de 2018

Educação

Educação abre matrículas para o ensino médio em tempo integral

06 de Fevereiro de 2018 às 08:51:09

Estudantes que desejam ingressar no método de ensino integral do estado devem manter-se atentos ao prazo de matrícula, que começa nesta segunda-feira, 5, e termina sexta, 9. Ao todo, 11 escolas públicas passam a ofertar o sistema em período estendido em 2018, com início das aulas previsto para meados de março.

Além das oito escolas de Rio Branco - Armando Nogueira, Glória Perez, Instituto de Educação Lourenço Filho (IELF), José Ribamar Batista (Ejorb), Sebastião Pedrosa, Humberto Soares, Escola Jovem Boa União e Raimunda Pará, outras três do interior do estado se juntam a esse time: Brasileia - escola estadual José Kairala, Cruzeiro do Sul - Craveiro Costa - e Tarauacá - Djalma da Cunha Batista. Uma verdadeira oportunidade para os jovens que pensam em mudar de vida com atividades extracurriculares diariamente, projetando sonhos e realizações profissionais.

Segundo a coordenadora de matrículas da Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE), Silzete Lima, trata-se de um modelo com atenção voltada para a questão do ingresso e permanência do aluno. “Precisamos garantir que todo o trabalho dos profissionais de educação seja absorvido de maneira positiva por nossos estudantes em geral.”

O secretário da pasta, Marco Brandão, entende que a ruptura do modelo tradicional de ensino transformou o processo de ensinar e aprender, instigando e valorizando o desenvolvimento das competências e habilidades dos jovens no mundo moderno.

“A implantação é um marco histórico na educação acreana. Porque não se trata apenas de ampliar o tempo de permanência dos estudantes na escola, mas de repensar as práticas pedagógicas com o intuito de redimensionar o tempo e os espaços escolares”, destaca Brandão.

Diferencial

As aulas extracurriculares são a grande proposta do modelo integral de ensino. As matérias eletivas e as dezenas de clubes que compõem o estudo orientado são um estímulo na vida escolar desses alunos.

Adequação

A carga horária estabelecida na proposta curricular feita pelas secretarias estaduais atende, no mínimo, 2.250 minutos semanais, com um mínimo de 300 minutos de língua portuguesa, 300 de matemática e 500 dedicados a atividades da parte flexível por semana.

Investimento

Para efetivar o modelo no estado, o governo do Acre investiu R$ 28 milhões. Desses, R$ 7 milhões são provenientes de verba federal e os outros R$ 21 milhões, de recursos próprios do estado.

 

Thais Farias




Compartilhar