O Rio Branco

Hoje é 26 de Setembro de 2017

Educação

Governo investe mais de R$ 8 milhões no Ensino Médio Integrado

04 de Julho de 2017 às 15:39:46

A governadora em exercício Nazareth Araújo participou na manhã desta terça-feira, 4, no auditório da Faculdade da Amazônia Ocidental (FAAO), da aula inaugural dos Cursos Técnicos Integrados ao Ensino Médio. A ação desenvolvida pelo governo é fruto da parceria entre o Instituto Dom Moacyr (IDM), a Secretaria de Estado de Educação e Esporte (SEE) e o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Para mais essa modalidade de educação, que alia Educação Básica e Educação Profissional, foram investidos de mais de R$ 8 milhões por meio do Programa de Saneamento Ambiental e Inclusão Socioeconômica do Acre (Proser) e MPT, além de recursos próprios do estado.

O público-alvo para a oferta dos cursos foram estudantes de nível médio. Ao todo, 734 foram matriculados.

“Se quisermos ter uma sociedade com jovens bens colocados no futuro, precisamos dar oportunidade de formação para o trabalho. Precisamos dar uma formação que realmente tenha significado para a vida dos nossos jovens, lhe proporcionando formação e oportunidade”, disse Nazareth Araújo.

O novo ensino integrado tem como objetivos oferecer uma formação humana integral, articulação entre trabalho, ciência, tecnologia e cultura, mostrar o trabalho como princípio educativo, elaborar estratégias pedagógicas inovadoras, dando possibilidade ao educando formado de prosseguir seus estudos e exercer uma profissão com competência para se inserir no mercado de trabalho.

“Hoje o governo escreve uma nova história na educação profissional do Acre. Começamos essa aula inaugural com mais de 700 alunos inscritos em nossos cursos. Ao oferecermos esses cursos estamos tirando vários jovens da ociosidade, estamos mudando a vida dessa juventude. O nosso compromisso é formá-los com qualidade”, destacou a diretora-presidente do Instituto Dom Moacyr, Rita Paro.

Rita Paro ainda fez questão de deixar claro: “o currículo integrado não é um currículo sobreposto. O aluno terá uma jornada de aula diferenciada. Ele irá passar mais tempo na escola, e ao término de três anos, ele sai com uma formação na educação básica e na educação profissional na área que ele escolheu”, esclareceu.

Cursos

Os cursos técnicos oferecidos foram nas áreas de saúde, floresta, design, artes, gastronomia e hospitalidade, sendo eles: Técnico em Enfermagem, Técnico em Saúde Bucal, Técnico em Estética, Técnico em Agroecologia, Técnico em Floresta, Técnico em Design de Móveis, Técnico em Teatro, Técnico em Cozinha e Técnico em Hospedagem.

A execução dos cursos será através da Escola Técnica em Saúde Maria Moreira da Rocha, Escola Roberval Cardoso, Cept Design,  Escola de Gastronomia e Hospitalidade.

O aluno do curso técnico em Enfermagem, Leonardo Carmo da Silva, falou de sua alegria de ter sido contemplado com uma vaga. “Vou ter um novo destino para minha vida. Vou ter um futuro. Passei duas semanas buscando uma vaga na Escola da Saúde Maria Moreira da Rocha e, graças ao meu esforço, consegui. Estou muito feliz por isso”, revelou.

 

 

Agência

 




Compartilhar