O Rio Branco

Hoje é 17 de Novembro de 2018

Educação

Ufac e Sesacre realizam exposição sobre tabagismo

03 de Setembro de 2018 às 14:24:12

A Universidade Federal do Acre (Ufac) e a Secretaria de Saúde do Estado do Acre (Sesacre) realizaram uma exposição de banners intitulada “O Controle do Tabaco no Brasil”. A mostra foi iniciada dia 29 de agosto, Dia Nacional de Combate ao Fumo, e buscou conscientizar alunos e professores sobre os efeitos do tabagismo.

Foram exibidos banners sobre a história do cigarro no Brasil e no mundo, desde as primeiras fábricas em 1875, passando pela popularização do produto entre as mulheres e da romantização do fumo no cinema. Os dados exibidos são do Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva e da Fundação Oswaldo Cruz.

De acordo com a coordenadora estadual de controle do tabagismo da Sesacre, Silene Nunes, 97% dos casos de câncer de pulmão registrados no Acre são causados pelo cigarro. “O uso dos narguilés, que é popular entre os jovens, também é bastante prejudicial”, disse. “Fumá-lo por uma hora é o equivalente a fumar cem cigarros.”

Rio Branco tem mais de 24 mil fumantes acima de 18 anos, de acordo com dados do sistema de vigilância de fatores de risco e proteção para doenças crônicas por inquérito telefônico do Ministério da Saúde. Apesar disso, as porcentagens caíram de 21,2% para 10,7% da população de 2016 e 2017.

O uso de rapés também é prejudicial à população, conta Silene. “Apesar de ser autorizado em aldeias indígenas, ao vir para a cidade o pó é alterado e são acrescentadas substâncias desconhecidas.”

Existem tratamentos gratuitos para os tabagistas através do Sistema Único de Saúde, que incluem goma de mascar, adesivo e medicação controlada. Através do ingresso em grupos de apoio, o interessado poderá assinar um formulário que possibilita o início do tratamento.

 

Ascom/Ufac

 




Compartilhar